Onde voce deseja procurar?

  • Arquidiocese
  • Paróquias
  • Clero
  • Pastoral
  • Liturgia
  • Cursos
  • Comunicação

Você está em:

  1. Home
  2. Comunicação
  3. Notícias
  4. Regional Centro-Oeste elege nova presidência para o quadriênio 2019-2023

09/05/2019

Regional Centro-Oeste elege nova presidência para o quadriênio 2019-2023

Regional Centro-Oeste elege nova presidência para o quadriênio 2019-2023 - Notícias - Arquidiocese de Goiânia

Na tarde desta quarta-feira (8) os bispos do Regional Centro-Oeste da CNBB (Goiás e Distrito Federal) reunidos na 57ª Assembleia Geral da CNBB elegeram a sua nova presidência. Dom Waldemar Passini Dalbello, bispo da Diocese de Luziânia, foi reeleito presidente. Também foi reeleito vice-presidente, o bispo nomeado para a Diocese de Formosa (GO) Dom Adair José Guimarães. A novidade é eleição do bispo auxiliar da Arquidiocese de Goiânia, Dom Moacir Silva Arantes, para a secretaria do regional, função antes exercida pelo também bispo auxiliar da Arquidiocese de Goiânia, Dom Levi Bonatto.

Dados biográficos

 

Dom Waldemar Passini Dalbello
  Dom Waldemar é um bispo jovem, porém com grandes serviços já prestados à Igreja. Nomeado bispo auxiliar de Goiânia (GO) em 30 de dezembro de 2009 e ordenado em março de 2010, ele realizou um trabalho reconhecidamente de grande expressão na capital goiana. Já em 2011, foi nomeado pela Congregação para os Bispos como Administrador Apostólico da Arquidiocese de Brasília (DF) no período até a posse do novo Arcebispo Metropolitano de Brasília, Dom Sergio da Rocha, atual Cardeal e presidente da CNBB, que ocorreu aos 6 de agosto de 2011. Foi nomeado bispo coadjutor de Luziânia em 3 de dezembro de 2014.

Nomeado pelo Conselho Episcopal Latino Americano (Celam) membro do Departamento de Missão e Espiritualidade, para o quadriênio 2015-2019, Dom Waldemar representa a Região Cone Sul, que compreende, além do Brasil, o Uruguai, o Paraguai, a Argentina e o Chile. E na CNBB já serviu na Comissão Episcopal Pastoral para Ministérios Ordenados e Vida Consagrada de 2011 a 2015.

Dom Waldemar tem formação sólida em Sagrada Escritura. Estudo no Instituto Bíblico de Roma, na Itália, e na Escola Bíblica, em Jerusalém, Israel. Na sua formação antes de entrar para o Seminário Maior de Brasília, em 1989, destaca-se o fato de ter se formado em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal de Goiás.

“Para congregar na unidade” (Congregare in unum), é o lema episcopal de Dom Waldemar.

 

 

Dom Adair José Guimarães
 Nascido na cidade de Mara Rosa, no Estado de Goiás, em 1960, Dom Adair ingressou, aos 20 anos, no Seminário de Brasília onde cursou o Ensino Médio e os primeiros anos do curso de Filosofia. Em 1982 concluiu o curso no Instituto de Filosofia João Paulo II, da Arquidiocese do Rio de Janeiro. Ele também estudou Teologia, na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio). Tem especialização em Direito Canônico Matrimonial, pela Faculdade São Bento do Rio de Janeiro.

Ordenado padre em 21 de dezembro de 1986, já exerceu os postos de pároco na Catedral de Uruaçu (1987 a 1998), na Paróquia Santo Antônio, em Mara Rosa (1999 a 2005) e na Paróquia Nossa Senhora Aparecida, em Minaçu (GO). Adair foi, também, reitor do Seminário de Uruaçu; responsável pela Pastoral Vocacional e da Juventude na Diocese; coordenador diocesano de pastoral; presidente da Organização dos Seminários e Institutos Filosófico-teológicos do Brasil (OSIB), entre outras funções.

No dia 27 de fevereiro de 2008, foi nomeado bispo pelo papa Bento XVI para a Diocese de Rubiataba-Mozarlândia. A posse, como terceiro bispo da diocese aconteceu no dia 25 de maio de 2008. Como prelado assumiu as funções de Juiz Presidente do Tribunal Eclesiástico da Arquidiocese de Goiânia; membro da Equipe do Seminário Interdiocesano de Goiânia e bispo referência para a liturgia no Centro-Oeste. Seu lema episcopal é "Faça-se a tua vontade" (Fiat voluntas tua).

 

Dom Moacir Silva Arantes
 Formou-se em Filosofia e Teologia em Belo Horizonte (MG) e foi ordenado padre em 14 de agosto de 1999. Já foi pároco, administrador paroquial e vigário em seis municípios da Diocese de Divinópolis, bem como reitor dos seminários diocesanos, membro do conselho presbiteral e coordenador da Pastoral das Vocações e ministérios da diocese.

No Regional Leste 2 (Espírito Santo e Minas Gerais) foi assessor eclesiástico da Pastoral Familiar e por último assessor nacional da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Dom Moacir foi nomeado bispo auxiliar de Goiânia pelo papa Francisco, no dia 11 de maio de 2016, e ordenado na igreja matriz de São Bento, em sua terra natal, Itapecerica (MG), no dia 13 de agosto do mesmo ano, sob a imposição das mãos do bispo emérito de Divinópolis (MG), Dom José Belvino do Nascimento, e dos bispos co-ordenantes, Dom José Carlos de Souza Campos (diocesano de Divinópolis) e Dom Washington Cruz, arcebispo de Goiânia e responsável pelo pedido ao papa de um segundo bispo auxiliar. Tomou posse no dia 26 de agosto de 2016, na Catedral Nossa Senhora Auxiliadora, em Goiânia. Seu lema episcopal é In SimplicitateCordis (Com simplicidade de coração).

 

Fonte: CNBB - Regional Centro - Oeste