Onde voce deseja procurar?

  • Arquidiocese
  • Paróquias
  • Clero
  • Pastoral
  • Liturgia
  • Cursos
  • Comunicação

Você está em:

  1. Home
  2. Comunicação
  3. Notícias
  4. 1º Encontro Arquidiocesano de Corais

29/11/2018

1º Encontro Arquidiocesano de Corais

Evento manifesta a beleza da música litúrgica

1º Encontro Arquidiocesano de Corais - Notícias - Arquidiocese de Goiânia

O 1º Encontro de Corais da Arquidiocese de Goiânia, realizado no dia 24 de novembro, no Centro Pastoral Dom Fernando (CPDF), reuniu 14 corais e grupos de canto. Juntos, eles apresentaram rico repertório com 38 músicas litúrgicas. O evento contou com a participação de grupo infantil, o Coral Externato São José, do colégio de mesmo nome, regido por Siro Pontes, até corais de adultos e idosos, como o Antigo Coral Litúrgico, regido por Marilurdes de Andrade. Destaque também para o Coral Santa Cecília, da Arquidiocese, regido por José Reinaldo Martins, com mais de 100 vozes, que apresentou três belos cantos: Cantai ao Senhor, Tollite Hostias e Aleluia.

 Além desses grupos, participaram: Coral Asas de Águia, Agnus Dei, Madrigal em Vozes, Santíssima Trindade, Santo Antônio das Grimpas, Mãe do Perpétuo Socorro, Santa Genoveva, Magnificat, Projeto Cantando a Liturgia e Meu Canto é Nosso Canto.

José Reinaldo, professor de Música e Liturgia do Projeto Cantando a Liturgia e também membro da Comissão de Liturgia e Arte Sacra, comentou o significado desse dia. “Foi um dia de celebração, de agradecimento e louvor a Deus por aqueles que se dedicam ao ministério do canto, à liturgia, ao ministério da música no catolicismo. Foi um dia de celebração entre nós, para nos conhecermos, trocar experiências e sedimentar, cada vez mais, esse trabalho que vem sendo construído. A música na liturgia, repetimos, não é mero adereço, mas tem direito constitutivo, sobretudo, porque se torna manifestação de participação do povo eleito que eleva os seus louvores ao seu Deus, que suplica os seus clamores, que agradece pelos bens recebidos no dia a dia.”

Ao final, o Coral Santa Cecília e os demais grupos cantaram o Hino s Santa Cecília, padroeira dos músicos

Para Leonice Ângela de Jesus, musicoterapeuta, administradora e coordenadora do Canto Litúrgico Arquidiocesano, o evento foi um marco na Arquidiocese de Goiânia. “Nós atingimos os objetivos de fazer o encontro com todos esses corais. Vieram os grupos previstos e houve participação das pessoas para prestigiar. Foi uma grande alegria, com apresentações belíssimas e cada coral apresentando um repertório diferenciado, com grandes vozes. Foi realmente superada a expectativa e celebramos este dia de Santa Cecília, nossa padroeira. Esperamos que seja o primeiro de muitos.”

Teresinha Machado, 75 anos, apresentou-se pelo Coral Santo Antônio, da Paróquia Santo Antônio das Grimpas, de Hidrolândia. Para ela, estar ali foi a realização de um sonho. “Foi um dia especial que nunca será esquecido. Nos preparamos, durante muitos dias, com dedicação, e conseguimos apresentar aquilo que propomos. O coral tem apenas um ano, mas eu já canto desde a minha juventude, e esse dia deve se repetir, porque reúne os corais e representa um crescimento muito grande para todos nós”, salientou.

Clique Aqui e confira Cobertura Fotográfica

Fúlvio Costa
Fotos: Rudger Remígio