Onde voce deseja procurar?

  • Arquidiocese
  • Paróquias
  • Clero
  • Pastoral
  • Liturgia
  • Cursos
  • Comunicação

Você está em:

  1. Home
  2. Comunicação
  3. Notícias
  4. Bispos do Brasil discutem o enfrentamento do novo coronavírus em lives semanais

18/05/2020

Bispos do Brasil discutem o enfrentamento do novo coronavírus em lives semanais

Lives CNBB

Bispos do Brasil discutem o enfrentamento do novo coronavírus em lives semanais - Notícias - Arquidiocese de Goiânia

Bispos de diferentes regiões participarão das lives semanais que estão sendo organizadas pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), para discutir as especificidades do avanço do novo coronavírus em cada estado do nosso país e as ações da Igreja no enfrentamento dessa pandemia.

 

Sempre às quintas-feiras dos meses de maio e junho, as lives serão transmitidas às 16h30, pelos canais de redes sociais da CNBB (facebook.com/cnbbnacional e youtube.com/cnbbnacional) e das dioceses dos bispos participantes. O mediador das conversas é Dom Joel Portella Amado, bispo auxiliar do Rio de Janeiro e secretário-geral da CNBB.

 

A primeira live da série aconteceu na última quinta-feira, com a participação do arcebispo da Arquidiocese de São Paulo, o cardeal Odilo Scherer, também representante da CNBB no Conselho Episcopal Latino-Americano (Celam). Ele falou sobre os desafios do avanço do coronavírus nos grandes centros urbanos, especialmente em São Paulo, um dos estados mais afetados pela pandemia. A live está disponível no youtube.com/cnbbnacional.

 

Próximas Lives
 

21 de maio - Com Dom Leonardo Steiner, arcebispo de Manaus (AM)
Tema: A realidade de Manaus e da Amazônia na perspectiva da Carta Pastoral “Querida Amazônia” em tempos de pandemia

 

28 de maio - Com Dom José Belisário da Silva, arcebispo de São Luiz (MA)
Tema: Cidades que adotaram o “lockdown”, bloqueio total, e a ação da Igreja no Brasil

 

3 de junho - Com o cardeal Orani Tempesta, arcebispo da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro (RJ)
Tema: O coronavírus, as periferias brasileiras e a ação da Igreja no Brasil