Onde voce deseja procurar?

  • Arquidiocese
  • Paróquias
  • Clero
  • Pastoral
  • Liturgia
  • Cursos
  • Comunicação

Você está em:

  1. Home
  2. Comunicação
  3. Notícias
  4. Vigília pelos Mortos de Aids

15/05/2020

Vigília pelos Mortos de Aids

Acenda a chama da esperança na 37ª Vigília pelos Mortos de Aids

Vigília pelos Mortos de Aids - Notícias - Arquidiocese de Goiânia

Neste terceiro domingo de maio (17), a Pastoral da Aids da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) promove a 37ª Vigília Pelos Mortos de Aids que, neste ano, traz como tema “No brilho da Luz, Fortalecer a Esperança”.

 

“Junte-se a nós nesta campanha, acenda também a sua vela virtual da vigília, a da mão esquerda, e vamos, juntos, formar uma grande rede de solidariedade, fraternidade e esperança,” convida a coordenadora da Pastoral da Aids, Nilva Diolinda de Jesus.

 

Essa 37ª Vigília pelos Mortos de Aids, como explica Nilva, “conclama todos a manterem acesa a chama da esperança, visando fortalecer a solidariedade, os laços fraternos, o espírito comunitário e o interesse público, colocando dessa forma a vida humana em primeiro lugar. Coloca em comunhão as pessoas que faleceram e estão na presença de Deus, com aquelas que cuidam da vida e buscam que os direitos humanos sejam respeitados”.

A imagem publicitária da vigília deste ano remete-nos à proteção integral, colocando o ser humano (vela) como centro de nosso cuidado e do nosso amparo. A vela acesa está segura com sua chama, pois se encontra protegida por duas mãos: a mão direita, da força, simboliza o poder público constituído por seus mais diversos serviços, saúde, assistência social, previdência, direitos humanos, entre tantas outras políticas públicas necessárias para a vida humana e os direitos assegurados de todos os cidadãos. A mão esquerda, do coração, simboliza o acolhimento e a solidariedade da sociedade civil, de igrejas, associações, organizações não governamentais, que dão suporte emocional, espiritual e social.