Onde voce deseja procurar?

  • Arquidiocese
  • Paróquias
  • Clero
  • Pastoral
  • Liturgia
  • Cursos
  • Comunicação

Você está em:

  1. Home
  2. Comunicação
  3. Notícias
  4. Missa Jubilar pelos 125 anos dos redentoristas em Goiás

17/12/2019

Missa Jubilar pelos 125 anos dos redentoristas em Goiás

Dom Washington Cruz presidiu Santa Missa, no Santuário-Basílica Nossa Senhora do Perpétuo Socorro

Missa Jubilar pelos 125 anos dos redentoristas em Goiás - Notícias - Arquidiocese de Goiânia

A noite chuvosa da última quinta-feira, 12 de dezembro, foi, para nossa arquidiocese e para a família redentorista, bastante significativa. Celebrando a padroeira da América Latina, Nossa Senhora de Guadalupe, foi dia de fazer memória dos 125 anos da chegada dos missionários redentoristas em Goiás.

 

A missa foi presidida por Dom Washington Cruz, no Santuário-Basílica Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, que com gratidão falou da importância, do testemunho e da bela caminhada dos redentoristas desde que se instalaram aqui.

O prefeito de Goiânia, Iris Rezende Machado, que também marcou presença na celebração, junto com outras autoridades, recebeu, das mãos do padre Marco Aurélio Martins da Silva, reitor da Basílica, uma singela homenagem por celebrar 60 anos de atuação política e por participar e defender a causa redentorista. O prefeito agradeceu, dizendo que não esperava homenagem de tão grande porte e ressaltou que “a gente não pode pensar a história de Goiânia e do estado de Goiás sem a presença dos redentoristas, sem a ação, atuação e os frutos que eles colhem no trabalho pastoral da Igreja”.

Padre André Ricardo, superior provincial, em sua mensagem final, fez memória da trajetória dos 125 anos de história da congregação em Goiás. Um tempo marcado de lutas, desafios, mas, sobretudo, de profundo espírito missionário. O chamado, para os anos vindouros, é para que todos os confrades continuem firmes, sem esmorecer. “Na convicção de que celebrar este jubileu é celebrar a misericórdia divina, a bondade de Deus que, por meio de homens tão frágeis, pecadores, é capaz de obras tão belas, como o carisma redentorista”, concluiu padre André.

 

Fernanda Freitas