Onde voce deseja procurar?

  • Arquidiocese
  • Paróquias
  • Clero
  • Pastoral
  • Liturgia
  • Cursos
  • Comunicação

Você está em:

  1. Home
  2. Arquidiocese
  3. Palavra do Arcebispo
  4. Rasgai os vossos corações e não as vossas vestes

03/03/2020

Rasgai os vossos corações e não as vossas vestes

Rasgai os vossos corações e não as vossas vestes - Palavra do Arcebispo - Arquidiocese de Goiânia

Queridos irmãos e irmãs,

 

Iniciamos há alguns dias o tempo da Quaresma e desde o início desse belo e importante tempo litúrgico somos convidados a olhar a meta que procuramos nesse nosso caminho penitencial: a Páscoa, a ressurreição. Ressurreição, páscoa lembra-nos de vida nova, vida em plenitude, lembra-nos da ação de Deus que ilumina as trevas, que vence a morte. Todas essas realidades não acontecem por acaso em nossas vidas, não são efeitos de uma mágica feita por Deus, mas é fruto da ação de Deus na vida de quem o acolhe, de quem colabora com aquela pequena, mas insubstituível parte que lhe toca. Por isso, a Igreja propõe-nos um caminho a ser feito com Jesus, o que implica um tempo em que procuramos nos dispor ao Senhor e, acompanhando a ação de sua graça, procuramos com sinceridade colaborar para que nossa vida seja transformada, seja renovada. Penso que nesse caminho dois pontos são importantes.

 

O primeiro é a atenciosa escuta da Palavra de Deus, como escuta do apelo de Jesus, essa que vai indicando onde e como devemos caminhar. No fundo, essa escuta é a acolhida do próprio Cristo, o Verbo de Deus, dentro da nossa vida, é a abertura de nossa existência para que Jesus possa entrar. Isso implica em fazer um caminho de leitura orante da Bíblia, se possível diária, tomando os textos propostos na Liturgia, que perfazem um itinerário precioso e profundo que nos leva a contemplar a vontade de Deus. Poderia também ajudar a participação nos encontros da Lectio Divina, que acontecem todos os sábados da Quaresma, na Paróquia Universitária, das 19h30 às 21h, guiadas por Dom Moacir.

 

Diante de Cristo, a Palavra do Pai, temos que dar o segundo passo, ouvir o apelo do profeta: “Rasgai os vossos corações e não as vossas vestes” (Jl 2,13), isto é, abrir-nos sinceramente diante de Jesus a fim de reconhecer o que em nós, em nossas vidas, nas suas diversas instâncias – família, trabalho, relacionamentos, comunidade eclesial – está conforme o projeto de Deus e o que precisa ser mudado. Para tal, precisamos estar dispostos a discernir, com a ajuda do Espírito de Deus, qual o bem a ser perseguido e qual o mal a ser evitado.

 

A escuta/acolhida da Palavra e a revisão de vida, a partir da presença de Cristo, deve ir além das nossas boas intenções e da nossa boa vontade. É a procura do bem objetivo, daquele bem que, uma vez cumprido, produz como fruto a plenitude de vida, mesmo que isso imponha mudanças radicais, escolhas difíceis. Propomo-nos a viver cada uma delas por Cristo, com Cristo e em Cristo. Tais atitudes podem ser nossa pequena, mas insubstituível colaboração para uma verdadeira experiência de ressurreição operada por Deus.

 

Sigamos em frente, confiantes do amor de Deus que nos fortalece e nos impulsiona a continuar.

 

Dom Washington Cruz, CP
Arcebispo Metropolitano de Goiânia