Onde voce deseja procurar?

  • Arquidiocese
  • Paróquias
  • Clero
  • Pastoral
  • Liturgia
  • Cursos
  • Comunicação

Você está em:

  1. Home
  2. Comunicação
  3. Notícias
  4. PUC Goiás celebra 60 Anos

28/10/2019

PUC Goiás celebra 60 Anos

Uma História que nasceu

PUC Goiás celebra 60 Anos - Notícias - Arquidiocese de Goiânia

PUC celebra Jubileu de Diamante unindo tradição e inovação para transformar vidas

 

O sonho de implantar uma instituição de ensino superior em Goiânia, para impulsionar o desenvolvimento socioeconômico e cultural da região, era acalentado por Dom Emanuel Gomes de Oliveira – então arcebispo de Goiás –, e compartilhado por membros da Igreja Católica e da sociedade goiana, já na década de 1940.

 

Em 1948, durante o primeiro Congresso Eucarístico realizado em Goiânia, na Praça Cívica, foi lançada a ideia de criar a primeira universidade do Brasil Central. Dom Emanuel Gomes de Oliveira plantou as sementes para que o sonho se concretizasse, propiciando e apoiando a abertura de escolas católicas e faculdades. Cinco delas seriam reunidas para criar a Universidade de Goiás, instituída por decreto de Juscelino Kubitschek, em 1959, mais tarde denominada Universidade Católica de Goiás (UCG). A instituição foi fundada e consolidada mediante a liderança de Dom Fernando Gomes dos Santos, primeiro arcebispo de Goiânia. Sua implantação e administração foi confiada a padres jesuítas, que vieram para Goiânia a convite de Dom Emanuel.

 

O reconhecimento como Pontifícia Universidade Católica (PUC) veio em 2009, pelo empenho de Dom Washington Cruz (arcebispo de Goiânia e grão-chanceler da PUC), junto à Santa Sé, e do atual reitor, Prof. Wolmir Amado, por meio de comprovação da busca permanente de excelência acadêmica e do compromisso social em sua gestão. “Acreditamos na união entre fé e ciência, conhecimento e responsabilidade social, tradição e inovação, para transformar realidades e ressignificar vidas”, ressalta o professor Wolmir.

O reitor da PUC explica que o seu projeto educacional está alicerçado pelo tripé ensino – pesquisa – extensão, e orientado pelos princípios da excelência acadêmica e do compromisso social. Ao mesmo tempo, é fundamentado na identidade católica, comunitária e filantrópica da instituição e em sua missão de “desenvolver a formação humana integral, associada à produção e socialização do conhecimento e da cultura”.

 

Inaugurações

Dentro da rica programação comemorativa do Jubileu de Diamante da PUC Goiás, foi destacada a inauguração da sede das unidades da Pró-Reitoria de Extensão e Apoio Estudantil (Proex), que aconteceu na manhã do último dia 23.  O espaço, localizado no Setor Leste Universitário, na 11ª Avenida, n. 953, é constituído por diversas dependências e passou por ampla reforma e adequação. Construído para ser a residência de padres da Companhia de Jesus (jesuítas), o espaço foi historicamente denominado Casa da Juventude e destinado à formação de lideranças para a Igreja e a sociedade em geral, com foco na transformação social.

 

Na solenidade de inauguração, marcaram presença o arcebispo de Goiânia, Dom Washington Cruz; os bispos auxiliares, Dom Levi Bonatto e Dom Moacir Arantes; o reitor Wolmir Amado, a vice-reitora Olga Ronchi e os pró-reitores da PUC: Sônia Gomes, Márcia Alencar, Milca Severino, Helenisa Gomes, Daniel Barbosa, Eduardo Rodrigues, Irani Ribeiro e o chefe de gabinete, Lorenzo Lago. Prestigiaram o momento histórico, também, padres representantes dos jesuítas e dos capuchinhos, entre outras personalidades do meio educacional e religioso; assim como docentes, funcionários e estudantes da universidade.

A pró-reitora de Extensão e Apoio Estudantil, professora Márcia de Alencar Santana, lembrou que o trabalho da Proex tem sintonia com os objetivos originários da Casa da Juventude, pois compartilha o conhecimento produzido na academia e promove a inclusão social, por meio de programas e projetos que desenvolve junto à população. Ela enfatizou que “a extensão representa o braço social desta universidade, para além das salas de aula; seu compromisso de atuar junto aos segmentos mais desprovidos de acesso a tudo de bom que a ciência conquistou e à dignidade de vida. Tudo isso debaixo de uma única bandeira, a pontifícia”.

 

A professora Márcia também comunicou a incorporação do Instituto do Trópico Subúmido (ITS), que coordena o Memorial do Cerrado, ao colegiado da Proex. “Contamos muito com todos os integrantes da equipe do ITS nesse processo de resiliência, agora junto à equipe da Proex. A crise nos faz buscar ainda mais criatividade, reinventar, para que façamos a diferença. Sigamos comprometidos com o presente e o futuro. A Extensão, agora, ganha novo impulso para desenvolver sua missão.”

 

Memorial e Capela

A PUC Goiás tem sua história de 60 anos construída a partir do empenho de muitas histórias de vida, de leigos e religiosos, cuja união de competências transformaram muitas outras histórias. Marcando a colaboração do padre Luis Palacín Gómez, foi inaugurado o Memorial Padre Palacín, na sede da Proex, para manter viva a memória da sua contribuição aos estudos acadêmicos de História, ao desenvolvimento de Goiânia e região, a partir também da orientação a estudantes pesquisadores da história de Goiás. Na seção Vida Cristã, leia artigo do historiador Antônio César Caldas Pinheiro – doutor em História e diretor do Instituto de Pesquisa e Estudos Históricos do Brasil Central (IPEHBC) da PUC Goiás, resgatando a biografia do padre Palacín.

Outra inauguração ocorrida na sede da Proex foi a da Capela Santo Inácio, abençoada pelo arcebispo de Goiânia, Dom Washington Cruz.

 

Ao final da solenidade, foi realizado o lançamento de livro do reitor Wolmir Amado, intitulado Cartas do Reitor, publicado pela Editora da PUC Goiás.

 

Missa em Ação de Graças

Após as inaugurações, os presentes se dirigiram ao Câmpus II da PUC, no Jd. Mariliza, onde foi celebrada uma missa em ação de graças pelos 60 anos da Pontifícia Universidade Católica de Goiás, presidida por Dom Washington Cruz; os dois bispos auxiliares, Dom Levi e Dom Moacir e diversos padres da Arquidiocese de Goiânia concelebraram. Entre eles, o monsenhor Luiz Gonzaga Lôbo, diretor do Instituto de Filosofia e Teologia Santa Cruz, onde funciona o curso de Teologia da PUC Goiás, e o padre David Pereira de Jesus, coordenador do curso de Teologia.

“Celebramos os 60 anos da PUC com louvor e dando graças a Deus por tantas pessoas que se formaram na universidade e hoje são profissionais honestos”, disse Dom Washington. O arcebispo ainda explicou que “os Anjos da Guarda da cidade de Goiânia, que completou 86 anos no dia 24 de outubro, e da PUC Goiás, que completou 60 anos no dia 17 de outubro, têm a missão de livrar-nos de todas as nossas adversidades e guardar todos os nossos caminhos”.

Além do magnífico reitor Wolmir Amado, da vice-reitora Olga Ronchi e demais membros da Reitoria, diversas autoridades participaram da celebração, como o prefeito de Goiânia, Iris Rezende e membros da comunidade universitária. Encerrando a programação comemorativa, foi servido um almoço de confraternização aos participantes. (Por Marcos Paulo Mota)

 

 

Eliane Borges