Onde voce deseja procurar?

  • Arquidiocese
  • Paróquias
  • Clero
  • Pastoral
  • Liturgia
  • Cursos
  • Comunicação

Você está em:

  1. Home
  2. Comunicação
  3. Notícias
  4. Viva a Mãe de Deus e nossa!

08/10/2021

Viva a Mãe de Deus e nossa!

Solenidade de Nossa Senhora Aparecida, Rainha e Padroeira do Brasil

Viva a Mãe de Deus e nossa! - Notícias - Arquidiocese de Goiânia

O mês de outubro é muito especial para a Igreja no Brasil, pois, no dia 12 de outubro, celebramos a Solenidade de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, Rainha e Padroeira do Brasil.

 

Três pescadores, Filipe Pedroso, Domingos Garcia e João Alves, ao lançarem sua rede para pescar nas águas do rio Paraíba do Sul colheram a imagem de Nossa Senhora da Conceição, em 1717. Após várias tentativas puxando a rede, eles pegaram um pedaço do corpo de uma imagem de Nossa Senhora Conceição. Curiosos, lançaram a rede mais uma vez e pescaram a cabeça da imagem, que se encaixou perfeitamente ao corpo. Eles colocaram a imagem da santa no barco e, depois disso, os peixes começaram a aparecer em grande quantidade que quase fez o barco virar.  

Como Nossa Senhora Aparecida se tornou Rainha e Padroeira do Brasil?

Em 1868, a princesa Isabel, que estava tendo dificuldades para ter um filho, foi até Aparecida pedir a intercessão da Mãe de Deus. Pouco tempo depois suas orações foram atendidas e ela teve três filhos, que garantiriam a continuidade da família imperial. Como forma de agradecer a graça alcançada, a princesa retornou a Aparecida em novembro de 1888 e doou uma coroa de ouro cravejada de diamantes e rubis e um manto azul. Essa mesma coroa foi utilizada em 1904, durante uma cerimônia oficial na qual um representante do papa a coroou oficialmente como Rainha do Brasil.

 

A coroação de Nossa Senhora Aparecida como Rainha não a tornou padroeira oficial do Brasil. Isso só ocorreu no 16 de julho de 1930, através de um decreto do papa Pio XI. O ato apenas legitimou algo que os brasileiros já levavam no coração. Em 31 de maio de 1931, a imagem foi em romaria até o Rio de Janeiro, então capital federal, onde foi realizada uma Missa Solene na qual se oficializou o decreto papal.

 

No dia 30 de junho de 1980, data em que João Paulo II desembarcava pela primeira vez no Brasil, o presidente João Figueiredo declarou, a partir do Decreto de Lei n° 6.802 de 12 de outubro, como feriado nacional para culto público e oficial a Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil.

 

A cidade de Goiânia tem um forte laço com a Padroeira do Brasil. O centro da nossa capital tem o formato da imagem de Nossa Senhora Aparecida, fazendo a ligação da Praça Cívica com as Avenidas Goiás, Tocantins e Paranaíba. Em nossa Arquidiocese, temos sete paróquias e comunidades, uma quase-paróquia e uma Paróquia e Santuário sob o patrocínio de Nossa Senhora Aparecida. A nossa Igreja de Goiânia também realiza, tradicionalmente, a Romaria Arquidiocesana à cidade de Aparecida, onde o arcebispo preside a Santa Missa no Santuário-Basílica de Nossa Senhora Aparecida.

 

O Santuário

O Santuário-Basílica de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, o maior santuário no mundo dedicado a Maria, localiza-se no Vale do Paraíba, na cidade de Aparecida, no estado de São Paulo. As atividades religiosas no santuário, definitivamente, passaram a ser realizadas a partir do dia 3 de outubro de 1982, quando aconteceu a transladação da Imagem Milagrosa da Basílica Histórica, também conhecida como Basílica Velha, para a Basílica Nova.

Em 1980, o altar do maior santuário mariano do mundo foi consagrado pelo papa João Paulo II, que lhe outorgou o título de Basílica Menor. Em 1983, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB – declarou, oficialmente, a Basílica de Aparecida como Santuário Nacional.

 

Hoje, o Santuário é um grande centro evangelizador, confiado ao zelo apostólico dos Missionários Redentoristas desde 1894, que são responsáveis pela pastoral e pela administração, no atendimento aos romeiros e peregrinos que chegam de todas as partes do país e do exterior.

 

Três papas visitaram o Santuário Nacional: João Paulo II, no ano de 1980, papa Bento XVI, quando abriu a V Conferência Episcopal Latino-Americana e do Caribe em maio de 2007, e papa Francisco, em 2013, por ocasião das atividades da Jornada Mundial da Juventude, realizada no Rio de Janeiro.

 

Durante o mês de outubro, particularmente no Dia de Nossa Senhora Aparecida, 12 de outubro, pessoas de todos os recantos do Brasil visitam o Santuário Nacional, momento em que os olhos do mundo se voltam para acompanhar os festejos e a grande manifestação de fé do povo brasileiro.

 

O Brasil todo viveu um momento muito lindo e marcante no ano de 2017, quando aconteceu a celebração dos 300 anos do achado da imagem de Nossa Senhora Aparecida. A celebração foi presidida por Dom Orlando Brandes, arcebispo de Aparecida, e contou com a presença do representante do papa, o cardeal italiano Giovanni Battista Re, que entregou ao Arcebispo de Aparecida a Rosa de Ouro, presente do papa Francisco pelos 300 anos da Padroeira do Brasil. (Fonte: A 12)

 

Marcos Paulo Mota