Onde voce deseja procurar?

  • Arquidiocese
  • Paróquias
  • Clero
  • Pastoral
  • Liturgia
  • Cursos
  • Comunicação

Você está em:

  1. Home
  2. Comunicação
  3. Notícias
  4. O papel dos cristãos no combate às informações falsas sobre o coronavírus

24/03/2020

O papel dos cristãos no combate às informações falsas sobre o coronavírus

Esse trabalho de cuidado com o outro tem sido de extrema importância, pois é uma forma de demonstrar amor pelo próximo

O papel dos cristãos no combate às informações falsas sobre o coronavírus - Notícias - Arquidiocese de Goiânia

Com o avanço dos casos do novo coronavírus (COVID-19) no Brasil e no mundo, tem crescido também, em velocidade acelerada, o número de informações falsas (fake news) sobre a doença circulando pela internet. O grande problema é que essas fake news causam a desinformação e ajudam a criar um clima de pânico na população que está sendo obrigada a viver de quarentena. Para combater as falsas notícias sobre saúde, muitas entidades e organizações têm trabalhado para desmentir esses boatos.

 

Esse trabalho de cuidado com o outro tem sido de extrema importância, pois é uma forma de demonstrar amor pelo próximo. O bispo auxiliar de Belo Horizonte e presidente da Comissão Episcopal para a Comunicação da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Joaquim Giovani Mol, pede para que as pessoas se cuidem, cuidem daqueles que ama e de todos quantos for possível.

Dom Joaquim Giovani Mol. Foto: reprodução

“Cristão é seguidor de Cristo. Cristo é a verdade. Cristãos amam a verdade. Cristãos não produzem mentiras (fake news), nem as compartilham, nem acham graça delas, nem as aceitam, nem compactuam com elas, nem se deixam enganar por elas, nem tiram proveito próprio delas. Cristãos combatem e destroem fake news”, destaca.

 

Para alertar e ajudar a população a não cair nas informações falsas, a coordenadora de Comunicação e Marketing da Província Marista Brasil Centro-Sul, Elinéia Denis Ávila, dá dicas para detectar e evitar a propagação das fake news, mostrando como é possível checar as notícias recebidas antes de compartilhar.

 

“A gente precisa ter consciência de que essas notícias colocam em risco tanto nosso sistema de saúde quanto a nossa saúde. E o que são essas informações? Em geral, são memes, dicas, textos, vídeos e até áudios que circulam sem uma fonte confiável. Em geral, elas se espalham rapidamente e é por isso que precisamos tomar cuidado”, alerta.

 

Clique aqui e veja o vídeo na íntegra.

 

O vídeo faz parte da Websérie Coronavírus – Informações para prevenção, que tem o objetivo de esclarecer dúvidas e fornecer informações confiáveis sobre o assunto. O material pode ser acessado gratuitamente no Portal Farol 1817 e também no canal deles no Youtube.

 

Outra iniciativa importante e inovadora partiu do próprio Ministério da Saúde que está disponibilizando um número de WhatsApp para envio de mensagens da população. O canal é um espaço exclusivo para receber informações, imagens, vídeo que rivalizaram na internet.

 

Ficou na dúvida, antes de compartilhar a mensagem é só enviar o conteúdo recebido como imagens ou textos para o número (61) 99289-4640, que serão apuradas pelas áreas técnicas e respondidas oficialmente pela equipe do ministério se são verdade ou mentira.

 

Dados divulgados pelo Ministério da Saúde nesta segunda-feira, 23 de março, mostram que subiu para 1.891 o número de casos confirmados de coronavírus (COVID-19) no Brasil. Segundo o levantamento, até o momento, 34 pessoas morreram por causa da doença, sendo 30 no estado de São Paulo e quatro no Rio de Janeiro.

 

Para garantir e evitar um aumento desenfreado de transmissão do coronavírus, autoridades governamentais em vários estados tomaram medidas como fechar o comércio, suspender aulas e pedir que a população fique em casa.  Assim, a medida é uma estratégia para que todo o Brasil se una contra o vírus.

 

CNBB