Onde voce deseja procurar?

  • Arquidiocese
  • Paróquias
  • Clero
  • Pastoral
  • Liturgia
  • Cursos
  • Comunicação

Você está em:

  1. Home
  2. Comunicação
  3. Vida Cristã
  4. Em família, celebramos a vida com alegria e esperança

08/10/2019

Em família, celebramos a vida com alegria e esperança

Dia do Nascituro

Em família, celebramos a vida com alegria e esperança - Vida Cristã - Arquidiocese de Goiânia

A Igreja no Brasil celebra, a cada ano, na primeira semana de outubro, a Semana Nacional da Vida e o Dia do Nascituro. A iniciativa é organizada pela Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família da CNBB, por meio da Comissão Nacional da Pastoral Familiar (CNPF). As celebrações da Semana Nacional da Vida ocorrem de 1º a 7 de outubro e terminam com as celebrações do Dia do Nascituro, no dia 8 de outubro. É uma ação que busca conscientizar os católicos sobre o direito à vida, desde a concepção até o fim natural.

 

Com objetivo de ajudar as comunidades e famílias a se organizar e viver bem a Semana Nacional da Vida e o Dia do Nascituro, a CNPF prepara, desde 2011, o subsídio “Hora da Vida”, que traz sete temas para refletir sobre como agir a respeito dos direitos, deveres e das atitudes em relação à vida. Este ano, o Hora da Vida trouxe como tema para reflexão “Em família, defendemos a vida!”.

 

O que é nascituro?

do Lat. nascituru

s. m., aquele que há de nascer;

adj., gerado, mas ainda não nascido.

 

Essa data é comemorada internacionalmente e também é chamada de “Dia do direito de nascer”, “Dia da criança por nascer”, “Dia da vida antes de nascer”, “Dia da criança concebida” e “Dia da criança ainda não nascida”.

 

É um dia especial em homenagem ao novo ser humano, à criança, que ainda vive dentro da barriga da mãe e que tem o direito à proteção de sua vida e saúde, à alimentação, ao respeito e a um nascimento sadio. E, principalmente, o direito de nascer e de ser amado.

 

O seu objetivo é suscitar, nas famílias e na sociedade, o reconhecimento do sentido e valor da vida humana em todos os seus momentos.

 

Por que este dia?

Porque são muitos os riscos que essa criança corre. Nem sempre proporcionam os devidos cuidados à mãe dessa criança, garantindo-lhe assistência médica durante a gravidez e os meios adequados para um bom parto.

 

Porque, justamente, enquanto esse novo ser humano está onde deveria estar mais seguro, na barriga da mãe, ele corre o risco de que tirem sua vida pelo ato criminoso do aborto.

 

Porque muitos nem terão direito a conviver com sua mãe, por pouco que seja, vítimas que serão de experimentos ditos “científicos” de clonagem, ou serão “congelados”, alguns até destruídos, enquanto ficam à espera de que sua mãe aceite recebê-los na barriga.

 

Oração do Nascituro

Nós vos louvamos, Senhor, Deus da Vida.
Bendito sejais, porque nos criastes por amor.
Vossas mãos nos modelaram desde o ventre materno.

 

Nós vos agradecemos pelos nossos pais e todas as pessoas
que cuidam da vida desde o seu início até o fim.
Em Vós somos, vivemos e existimos.

 

Abençoai todos e todas que zelam pela vida humana e a promovem.
Abençoai as gestantes e todos os profissionais da saúde.
Dai às pessoas e às famílias o pão de cada dia, a luz da fé e
o amor fraterno.

 

Nossa Senhora Aparecida, intercedei por nossos nascituros,
nossas crianças, nossos jovens, nossos adultos e nossos
idosos, para que tenham vida plena em Jesus, que ofereceu
sua vida em favor de todos.
Amém

(Autor: Dom Orlando Brandes)

 

Antonio Roberto Gomes e Francisca Aparecida de Barcelos Gomes
Coordenadores arquidiocesanos da Pastoral Familiar de Goiânia

Fonte: CNPF ( Comissão Nacional da Pastoral Familiar)