Onde voce deseja procurar?

  • Arquidiocese
  • Paróquias
  • Clero
  • Pastoral
  • Liturgia
  • Cursos
  • Comunicação

Você está em:

  1. Home
  2. Comunicação
  3. Notícias
  4. Encerramento do Muticom 2019

24/07/2019

Encerramento do Muticom 2019

11º Mutirão Brasileiro de Comunicação é encerrado com celebração em Trindade

Encerramento do Muticom 2019 - Notícias - Arquidiocese de Goiânia

Uma missa em ação de graças encerrou o 11º Mutirão Brasileiro de Comunicação (Muticom), no Santuário-Basílica do Divino Pai Eterno, em Trindade, no último domingo, dia 21.

 

A celebração foi presidida pelo arcebispo de Goiânia, Dom Washington Cruz. Concelebraram oito bispos: Dom Joaquim Giovani Guimarães Mol, bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para Comunicação da CNBB; Dom Waldemar Passini Dalbelo, bispo de Luziânia e presidente do Regional Centro-Oeste da CNBB; Dom Gil Antônio Moreira, arcebispo de Juiz de Fora; Dom Jaime Vieira Rocha, arcebispo de Natal; Dom Mário Spaki, bispo de Paranavaí; Dom José Luiz Gomes de Vasconcelos, bispo de Sobral no Ceará; Dom Wagner da Silva, bispo de Guarapuava; Dom Edilson Nobre, bispo de Oeiras no Piauí; e Dom Levi Bonatto, bispo auxiliar e responsável pelo Vicariato para a Comunicação da Arquidiocese de Goiânia, que foi o prefeito da Cidade da Comunhão, onde foi realizado o Muticom. Diversos padres também concelebraram.

 

A liturgia daquele domingo nos exortou a acolher com hospitalidade as pessoas que nos visitam, vendo nelas a própria presença de Deus. A primeira leitura falou sobre visita de Deus à Abraão e Sara, por meio de três mensageiros que lhes anunciaram a concepção de um filho; na segunda leitura, Paulo nos conta sobre sua alegria em ser um ministro da Palavra; e o Evangelho de São Lucas relata a visita de Jesus à casa de Marta e Maria.

Em sua homilia, Dom Washington propôs uma reflexão aos fiéis presentes e aos que assistiam à missa pela TV Pai Eterno, sobre quem são os atuais visitantes que pedem nossa acolhida. Ele exemplificou com a situação mundial dos imigrantes. “Hoje, pessoas desconhecidas se jogam nas águas do mar e chegam até as fronteiras dos países da Europa e da América, seus pés estão machucados, seus filhos choram de fome e frio, seus corações estão dilacerados porque deixaram para trás uma vida inteira, um idioma, uma história e uma cultura, alguns não chegam vivos e seus corpos, junto de seus filhos pequenos são encontrados afogados na praia. São hóspedes que pedem acolhida para serem recebidos em vários países onde predominam os habitantes idosos e convivem com toda a comodidade social”, ressaltou.

 

Por fim, o arcebispo de Goiânia dirigiu uma palavra especial aos participantes do Muticom: “Esses ricos dias de aprendizagem, de estudo e troca de experiências, de convivência e de articulação, certamente vão ajudar para que a nossa comunicação social melhore ainda mais. Como comunicadores cristãos, desejamos que toda a comunicação esteja a serviço da paz, da cidadania, da justiça, da democracia e da solidariedade. Queremos uma comunicação sem fake news, sem mensagens de ofensa e ódio que circulam pelas redes sociais”.

 

Agradecimento da CNBB

Dom Joaquim Mol

Ao final da celebração, o presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação, Dom Joaquim Mol, agradeceu a acolhida da Arquidiocese de Goiânia na realização do 11º Muticom e disse que em breve divulgará qual cidade sediará o 12º Muticom, em 2021. “Um agradecimento muito especial à Arquidiocese de Goiânia, pela maneira cuidadosa, primorosa, afetuosa, eficiente e competente, com que organizou tudo nesse Mutirão de Comunicação. Empenhou pessoas, recursos, mobilizou, agregou tantos parceiros para que pudesse receber agentes da comunicação e comunicadores do Brasil inteiro. Agradecimento muito especial a todos que, cuidadosamente, de fato colocaram-se a serviço de maneira inteira. Ali estavam todas as pessoas, não partes das pessoas, para servir aos comunicadores, que por sua vez são servidores e anunciadores do Evangelho. Não só pelos equipamentos, tão importantes, sofisticados, com tanta tecnologia, mas de maneira muito particular, e sem a qual não é possível visualizar, com sua própria fé, a sua fé cristã, seu amor às pessoas, às comunidades, aos pobres, a todo povo de Deus.  A todos vocês, com muito amor, com o coração cheio de alegria, em nome da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, a minha reverência, meu agradecimento e a certeza da minha prece por todos vocês. Muitíssimo obrigado! E que o Senhor abençoe e ilumine o caminho de todos.”

 

Marcos Paulo Mota
Acadêmico de Jornalismo da PUC Goiás