Onde voce deseja procurar?

  • Arquidiocese
  • Paróquias
  • Clero
  • Pastoral
  • Liturgia
  • Cursos
  • Comunicação

Você está em:

  1. Home
  2. Comunicação
  3. Notícias
  4. Jornada de Comunicação aborda a formação de líderes

31/10/2018

Jornada de Comunicação aborda a formação de líderes

Promover comunhão e integração na Igreja, por meio do serviço a outras pastorais, é o que se espera da Pastoral da Comunicação

Jornada de Comunicação aborda a formação de líderes - Notícias - Arquidiocese de Goiânia

Para comunicar a Boa-Nova de Jesus Cristo e, assim, colaborar com a missão evangelizadora da Igreja, a Pastoral da Comunicação (Pascom) deve ter uma atuação que vá além da produção de notícias, criação de sites, artes, vídeos, transmissões e posts em redes sociais. Essas ações integram um dos seus eixos, que é a produção, mas não farão diferença na vida das comunidades, se não tiverem como base o diálogo, a colaboração e a participação mútua de experiências.

 As principais competências (eixos) dessa pastoral são a formação dos agentes de pastoral, a articulação em todos os âmbitos, a produção de conteúdos e a vivência da espiritualidade do comunicador, conforme o Diretório de Comunicação, documento 99 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB.

 Esses conceitos foram explicitados durante a Jornada de Comunicação 2018 do Regional Centro-Oeste da CNBB, nos dias 19, 20 e 21 de outubro. Sediada pela Diocese de Rubiataba/Mozarlândia, a jornada integrou, em sua programação, o Mutirão de Comunicação daquela diocese, preparatório ao 11º Mutirão Brasileiro de Comunicação (Muticom), que é promovido pela CNBB de dois em dois anos. Contou com a participação de 56 pessoas, entre leigos, padres e religiosos, representando as arquidioceses e dioceses que integram o Regional Centro-Oeste.

O filósofo Marcus Tulius, estudioso de Comunicação Social e da Comunicação na Igreja, é o primeiro coordenador nacional da Pascom, e veio de Vitória (ES) especialmente para assessorar o evento, na abordagem de seu tema central: A formação de líderes da Pascom. Foram oferecidas também aos participantes três oficinas, ministradas por Danilo Inácio – assessor de comunicação da Ordem dos Frades Menores, em Anápolis –, que falou sobre “O uso das redes sociais”; Jane Greco – revisora da Cúria Metropolitana de Goiânia/Vicariato para a Comunicação –, que abordou “Produção de texto para a evangelização”; e Marcus Tulius, conferencista do evento, que detalhou as prioridades da “Comunicação Interna nas paróquias”.   

 

 Rumo ao Muticom 2019

O irmão Diego Martins, coordenador da Pascom no Regional Centro-  -Oeste, e a assessora de comunicação da Arquidiocese de Goiânia e secretária da Pascom regional, Talita Salgado, apresentaram o projeto do Muticom, que será realizado de 18 a 21 de julho de 2019, sediado pela Arquidiocese de Goiânia. A proposta é transformar o Centro Pastoral Dom Fernando na “Cidade da Comunhão”, oferecendo diversas atividades formadoras, integradoras e culturais, simultaneamente. O site do evento está sendo finalizado e as inscrições serão abertas no início do ano.  Além de Talita Salgado e Jane Greco, a Arquidiocese de Goiânia enviou outras três representantes à Jornada:  as jornalistas Eliane Borges (coordenadora de Comunicação), Gabriela Rodrigues e Larissa Costa, produtoras do Programa Encontro Semanal, que é dirigido e apresentado pelo Pe. Warlen Reis, com veiculação pela PUC TV.

 Liderança Cristã

O conferencista da Jornada Regional de Comunicação alertou que hoje estamos padecendo pela incapacidade de dialogar. “Nós, da Pastoral da Comunicação, devemos ser mestres no diálogo, se quisermos exercer uma liderança cristã e promover a interação com as demais pastorais, a serviço da comunhão. A Pascom é um elemento articulador da vida e das relações comunitárias. Deve ser ponte de unidade e integração”, destacou. 

Marcus lembrou que todo líder é um comunicador. “Para ser líder de uma equipe, devemos, primeiramente, ser líderes de nós mesmos, liderando nossos impulsos, nossa língua. A raiz da palavra Comunicação é comunhão.  Quem comunica deve comungar do outro. Criar vínculos. Aquilo que nos une é bem maior do que aquilo que nos divide. Todos nós devemos nos entender”, argumentou.

  A importância do papel do líder para alcançar o engajamento de uma equipe e chegar a um resultado em comum foi evidenciada pelo conferencista.  Ele destacou as dez características de um bom líder da Pascom:  paixão, fé viva, oração, humildade, obediência, abertura ao espírito, dom de si, solidariedade, equilíbrio e formador de discípulos. “Um bom líder não nasce pronto, ele é resultado da abertura constante ao crescimento humano, espiritual e pastoral”, afirmou.

Participantes da Jornada de Comunicação, ao lado de Dom Messias

Recomendando o estudo dos principais documentos sobre a comunicação na Igreja, Marcus Tulius apresentou os aspectos essenciais do Guia para Implantação da Pascom, lançado no 6º Encontro Nacional da Pastoral da Comunicação, realizado no mês de julho deste ano, em Aparecida (SP). O documento indica, por exemplo, que se inicie ou potencialize a caminhada da Pascom elaborando um plano ou projeto, para estabelecer onde se deseja chegar.  Devem ser consideradas as necessidades, recursos e possibilidades de cada diocese, paróquia e comunidades.

A sugestão é que se utilize a Análise SWOT, sigla em inglês, traduzida para FOFA, com o objetivo de obter melhor memorização da sequência das etapas: levantamento das forças, fraquezas, ameaças (obstáculos) e oportunidades do processo de comunicação local. O projeto deve responder às perguntas: O que precisamos / queremos (meta), Por que precisamos (justificativa), o que posso fazer (possibilidades).  A partir de uma visão geral das possibilidades, é possível identificar “o que mais posso fazer”, listando as potencialidades para o aperfeiçoamento das práticas existentes, como explicou Marcus Tulius.   

Espiritualidade

O coordenador nacional da Pascom também reforçou que a formação técnica dos membros dessa pastoral deve acontecer aliada a uma formação espiritual Momento de Adoração ao Santíssimo na Jornadacontinuada. “Ao iniciarem a organização de uma comissão para a Pastoral da Comunicação, comecem pela formação espiritual, que não vão errar. O próximo passo é estar junto à comunidade, conhecer a realidade e sentir as necessidades das outras pastorais, para saber em que a Pascom pode ajudá-las. Quem comunica deve comungar dos outros, pois somos a pastoral do abraço. Se a comunicação não acontecer entre as pessoas, não adianta ter ótimas técnicas e meios”, enfatizou.

  Celebrações   

 Dom Adair José Guimarães, bispo diocesano de Rubiataba/Mozarlândia, participou da Jornada de Comunicação e presidiu a missa que abriu sua programação. Na homilia, ressaltou a responsabilidade e a beleza do papel dos profissionais e dos leigos que atuam com a comunicação na Igreja, por se colocarem a serviço de comunicar o mistério de Cristo. Ele disse que “Jesus é a comunicação por excelência e a Igreja é a sua voz no mundo”. Por isso – argumentou –, atuar na comunicação não é exibicionismo, mas é mostrar o que estamos fazendo para servir ao Mistério, em prol da comunhão da Igreja, na partilha.  Dom Messias Reis da Silveira, bispo da Diocese de Uruaçu e bispo referencial da Pascom do Regional Centro-Oeste, se fez presente durante todo o evento e presidiu a missa celebrada no final da Jornada, quando exortou os participantes a não descuidarem da sua espiritualidade para darem testemunho de fé, que edifica. “Como agentes da comunicação, temos de comunicar Jesus, o filho de Deus. Como podemos comunicar, se não temos intimidade com Ele? É importante que, como pessoas que comunicam Jesus, tenhamos um coração voltado para Ele”, enfatizou. O bispo agradeceu a fraterna acolhida de Dom Adair, o apoio do Mons. Vanildo Fernandes (pároco da Catedral de Rubiataba) e o empenho do padre Renato Oliveira, coordenador de comunicação da Diocese de Rubiataba/Mozarlândia, na organização da Jornada Regional de Comunicação 2018. 

 Nova Coordenação

 Da esq. p/ dir., Pe. Raynner (Uruaçu), Dom Adair,  Ir. Diego, Dom Messias, jorn. Talita, Pe. Renato, Pe. Emerson (Brasília) e o conferencista do evento, Marcus Tulius

No encerramento da Jornada de Comunicação, foi apresentada a nova coordenação da Pascom do Regional Centro-Oeste, eleita pelos coordenadores de Pascom: Ir. Diego Joaquim, coordenador (Arquidiocese de Brasília); Talita Salgado, vice-coordenadora (Arquidiocese de Goiânia);Pe. Renato Oliveira, tesoureiro (Diocese de Rubiataba/Mozarlândia) e Onésimo Francisco de Paula Neto, secretário (Diocese de Anápolis) 

 

Eliane Borges