Onde voce deseja procurar?

  • Arquidiocese
  • Paróquias
  • Clero
  • Pastoral
  • Liturgia
  • Cursos
  • Comunicação

Você está em:

  1. Home
  2. Comunicação
  3. Notícias
  4. Santa Casa de Misericórdia celebra Nossa Senhora Aparecida

11/10/2018

Santa Casa de Misericórdia celebra Nossa Senhora Aparecida

Dom Levi Bonatto bispo auxiliar de Goiânia, presidiu celebração

Santa Casa de Misericórdia celebra Nossa Senhora Aparecida - Notícias - Arquidiocese de Goiânia

Uma missa presidida pelo bispo auxiliar de Goiânia, Dom Levi Bonatto, na tarde dessa terça-feira (9), celebrou a Padroeira do Brasil, Nossa Senhora Aparecida, cuja festa se dá nesta sexta-feira (12), em todo o país. Participaram da celebração colaboradores da entidade, o corpo administrativo e diretor, além de médicos, enfermeiros e pacientes. “Estamos aqui para agradecer a Deus e pedir que a Santa Casa cumpra com sua missão e seja verdadeiramente a casa dos pobres, os prediletos de Maria e de Jesus. Vamos pedir a ela que cuide dos funcionários, dos pacientes e de todos que passam por este lugar”, rezou o bispo, dando início à celebração.

 

“Nossa Senhora é muito bonita porque ela está assunta ao céu em corpo e alma, junto com Jesus Cristo. Somente essas duas criaturas estão no céu em corpo e alma”, comentou Dom Levi. Ele também explicou que são muitos os títulos dados a Nossa Senhora, porque ela é reconhecida como a mãe de Nosso Senhor. “O que confirma e sustenta toda devoção do povo cristão a Nossa Senhora está no Evangelho de João (2,1-12). Nas Bodas de Caná se deu o primeiro milagre da vida pública de Jesus”, afirmou. Dom Levi disse que Jesus rende seu coração a uma palavra dela e jamais diz não.

No plano divino – continuou sua reflexão – “nós invocamos Nossa Senhora, mas não é ela quem realiza o milagre, e sim Cristo. Maria, porém, é quem leva nossos pedidos. Ela vai, como fez nas Bodas de Caná, e Jesus atende sua mãe, porque não é uma pessoa qualquer e o povo cristão sabe disso. Eis a explicação de tanta devoção a Nossa Senhora”.

 

Santuários Marianos

 

O bispo salientou que, onde há santuários no mundo, esses lugares sagrados são sempre os pontos mais visitados das cidades. No Brasil, por exemplo, o Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida chega a acolher mais de 15 milhões de romeiros por ano, sendo, portanto, o santuário mariano que mais fiéis recebe, ganhando até mesmo de Guadalupe, no México, e de Lourdes, na França. A Romaria Arquidiocesana, que aconteceu de 19 a 24 de setembro, levou 40 ônibus e mil pessoas. Na missa que Dom Washington celebrou às 9h do dia 23, havia na basílica, em Aparecida, mais de 25 mil pessoas de várias dioceses. 

 

Ao fim da celebração na Santa Casa, Dom Levi sugeriu que a Festa de Nossa Senhora Aparecida seja celebrada nesta sexta-feira com orações ao país, pelas nossas famílias e também pela Santa Casa de Misericórdia de Goiânia. Após a missa, o bispo percorreu, em procissão, as repartições e enfermarias do hospital, abençoando os pacientes com a imagem da Mãe Aparecida.

 

Jusselene Maria Lagares, 67 anos, está há quase uma semana acompanhando Lígia Caldas, sua irmã de 73 anos de idade, que faz hemodiálise na Santa Casa. “Estou com ela e poder pedir a Deus saúde é algo muito importante para nós”, disse.

 

Irani Ribeiro, superintendente geral da Santa Casa, agradeceu a Dom Levi pela celebração, ao coral pelos cânticos e aos colaboradores e pacientes. “Hoje estamos comemorando Nossa Senhora, que nos tem ajudado a manter esta casa aberta, acolhendo quem precisa, tratando das doenças e levando palavras de conforto. Quero dizer a vocês que também estamos comemorando um ano da nossa gestão. Hoje, sentimos que estamos no caminho certo. Sentimos a presença de Nossa Senhora na nossa casa. Ela tem nos acompanhado nos momentos difíceis que passamos, para manter essa casa aberta. Com nossa fé, trabalho, conhecimento, transparência, honestidade, vamos continuar trabalhando para salvar vidas”.

 

Fotos e reportagem: Fúlvio Costa