Onde voce deseja procurar?

  • Arquidiocese
  • Paróquias
  • Clero
  • Pastoral
  • Liturgia
  • Cursos
  • Comunicação

Você está em:

  1. Home
  2. Comunicação
  3. Notícias
  4. VII Encontro Regional de Liturgia

11/09/2018

VII Encontro Regional de Liturgia

VII Encontro de Liturgia do Regional Centro-Oeste da CNBB destaca a ação do leigo no mundo

VII Encontro Regional de Liturgia - Notícias - Arquidiocese de Goiânia

O VII Encontro de Liturgia do Regional Centro-Oeste da CNBB, que aconteceu nos dias 24 a 26 de agosto, no Centro Pastoral Dom Fernando (CPDF), em Goiânia, teve como fonte de inspiração o Ano Nacional do Laicato, que vive a Igreja no Brasil, em 2018. Os temas desenvolvidos durante o encontro, portanto, foram todos voltados ao laicato.

 

O bispo auxiliar de Brasília e referencial para a dimensão litúrgica no Regional Centro-Oeste, Dom Marcony Vinícius, tratou do tema “A missão do cristão leigo”. Em sua exposição, ele explicou que o agir segue o ser, isto é, conforme o Concílio Vaticano II, e o leigo deve atuar em todos os ambientes, seja em casa, no namoro, na universidade. “Às vezes, fechamos a ótica da evangelização em cursos ou meios sacramentais, que também fazem parte. Por meio dos sacramentos, nós podemos evangelizar, sobretudo com o testemunho de vida”, explicou o bispo.

 

O coordenador da dimensão litúrgica no regional, padre Wolney Alves, proferiu sua palestra sobre “A identidade do cristão leigo”. Ele explicou quem é o cristão leigo, como surgiu, por que passou a ser chamado assim e como viviam nos primeiros séculos. “Mostramos que na época atual, o cristão leigo, iluminado pelas constituições do Concílio Vaticano II, pelos documentos pontifícios e da CNBB, precisa assumir verdadeiramente o seu rosto na Igreja. Este rosto foi esclarecido pelo Concílio Vaticano II como sacerdócio comum, porém com a mesma dignidade do sacerdócio ministerial”, explicou o coordenador.

 

No dia 26, padre Fábio Carlos, da dimensão litúrgica da Diocese de Anápolis, fechou o ciclo de palestras com o tema “A fonte da vida do cristão leigo”. A Liturgia das Horas foi a base da apresentação dele. O livro, também chamado de Ofício Divino, é a oração pública e comunitária da Igreja Católica, que é rezada pelos ministros ordenados e consagrados, mas também está aberta aos leigos. “Os cristãos leigos são convidados a rezar a Liturgia das Horas, pois ela é a expressão da unidade e da comunhão da nossa Igreja”, afirmou o palestrante. Ele também disse que a oração é uma relação com Deus e quem a alimenta não coloca na liturgia o que não é do Senhor. Outro ponto também explicado pelo padre Fábio foi sobre Maria na liturgia. Com relação ao culto litúrgico a Maria, ele ressaltou que esse sempre se refere a Cristo, origem de toda verdade, santidade e devoção.

 

Durante o evento, ainda houve momentos de oração, confraternização e celebrações eucarísticas que foram presididas por Dom Marcony e pelo arcebispo de Goiânia, Dom Washington Cruz, na manhã de dia 25. “Sem dúvida é um dos mais importantes encontros da nossa Igreja no Regional Centro-Oeste, pois a liturgia é o máximo da vida eclesial, grande ação de graças da Igreja, a liturgia eucarística e a liturgia sacramental”, comentou o arcebispo.

Fúlvio Costa