Onde voce deseja procurar?

  • Arquidiocese
  • Paróquias
  • Clero
  • Pastoral
  • Liturgia
  • Cursos
  • Comunicação

Você está em:

  1. Home
  2. Comunicação
  3. Notícias
  4. Romaria do Divino Pai Eterno 2018

18/06/2018

Romaria do Divino Pai Eterno 2018

"Pai Eterno, somos teus filhos"

Romaria do  Divino Pai Eterno 2018 - Notícias - Arquidiocese de Goiânia

Festa do Divino Pai Eterno presta homenagem aos cristãos leigos

A partir do próximo dia 22 de junho até 1º de julho acontece a Romaria do Divino Pai Eterno 2018. Neste ano, a temática abraça os cristãos leigos e leigas com o tema “Pai Eterno, somos teus filhos”, em sintonia com o Ano Nacional do Laicato proclamado pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), e em vivência pela Igreja até o dia 25 de novembro, Solenidade de Nosso Senhor Jesus Cristo, Reino do Universo e Dia Nacional dos Cristãos Leigos. Nesta data, também será encerrado o Ano Nacional do Laicato.

Pe. Edinísio Pereira

 Em entrevista ao Vicariato para a Comunicação (Vicom), o reitor do Santuário Basílica do Divino Pai Eterno, padre Edinísio Pereira, explicou a motivação do tema. “Os leigos cuidaram da devoç

ão ao Divino Pai Eterno por 54 anos, desde o achado do medalhão, em 1840, por Constantino Xavier e Ana Rosa, fato que originou a devoção, até a chegada dos Missionários Redentoristas em 1894. E hoje, de modo especial, o papa Francisco insiste que sejamos uma Igreja em saída, ou seja, que não fiquemos somente dentro dos templos sagrados, mas tudo aquilo que vivemos dentro das nossas igrejas seja um ponto marcante, inicial, de uma vida vivida lá na comunidade, na família, na sociedade e no local de trabalho”, afirmou. O reitor também disse que o tema é uma homenagem aos leigos. “Neste ano valorizamos os leigos, pois o que seria da nossa Igreja se não fosse a atuação laical por meio dos diversos ministérios, como um chamado de Deus ao coração de cada um?”.

Ainda segundo o padre Edinísio, o tema contribui para a unidade maior com o Pai Eterno na pessoa do seu filho Jesus. “Queremos também que os leigos entendam que a missão de evangelizar não é só dos ordenados e consagrados, mas de todo cristão batizado que tem a missão de dar tempero e sabor à vida das pessoas e de ser um reflexo da luz de Deus para os que estão tristes, sofrem, perderam a fé”.

Romaria: pôr-se a caminho

Para o arcebispo de Goiânia, Dom Washington Cruz, a Romaria do Divino Pai Eterno tem o sentido tradicional, que é “peregrinar, ou seja, pôr-se a caminho para ir ao encontro de Deus”. Essa ação é muito remota. No Antigo Testamento podemos constatar isso nos quarenta anos de travessia do povo Judeu pelo Sinai, rumo à Terra Prometida (Ex 16,35), e no Novo Testamento: “Seus pais iam todos os anos a Jerusalém para a festa da Páscoa (Lc 2,41)”.

Os católicos sempre fizeram romarias, sendo que a mais importante delas é ir a Roma para visitar os túmulos de São Pedro e São Paulo, daí a expressão “Romaria”, que na verdade é ir à Cidade Eterna para “ver Pedro”. Outro sentido da Romaria de Trindade, conforme o arcebispo, é a penitência, mas também aproveitar o momento para render louvores a Deus pelo dom da vida e pela coragem para caminhar na romaria da vida e continuá-la até encontrarmos a Deus. “Nascemos peregrinos e continuamos até a vida eterna em que chegaremos ao coração do Divino Pai Eterno, em que terminamos nossa caminhada, guardamos a fé e recebemos o prêmio que é a vida eterna”, explicou.

Cartaz

Na Reunião Mensal de Pastoral do dia 9 de junho, o padre Edinísio explicou a composição do cartaz da Festa do Divino Pai Eterno 2018. “O cartaz tem, ao fundo, vários personagens que representam os leigos no exercício dos vários ministérios da Igreja. Esses mesmos personagens representam as várias raças do povo brasileiro, que vem de todas as regiões do país para render graças ao Divino Pai Eterno. O fundo azul traz o céu, morada eterna de todos nós. O seu formato faz alusão aos 72 vitrais do Santuário Basílica de Trindade. Os quatro raios que emanam da imagem do Padroeiro representam as bênçãos que vão em todas as direções, com suas cores, que simbolizam a luz”.

 

Missas na Madrugada

Serão celebradas nos dias 23, 24, 29 e 30 de junho e 1º de Julho. No dia 2 de julho, segunda-feira haverá o toque de despertar às 5h, e missas no Santuário Basílica, às 5h30, 7h, 10h e 19h30. Já na Matriz será às 7h, 9h e 19h.

 

Programação : 22 de Junho a 1º de Julho de 2018

22/06 - Como de costume, a programação está repleta de atividades diárias. A festa começa no dia 22, sexta-feira, com a Romaria dos Militares, às 6h; às 10h tem Missa para esse grupo no Santuário Basílica. Às 17h acontece a saída da 4ª Romaria da Vila São Cottolengo, e à noite, a Romaria da Polícia Civil, às 19h. Todas as Romarias partem do Trevo de Goiânia, saída para Trindade.

23/06 - 15ª Romaria Arquidiocesana
De acordo com o arcebispo de Goiânia, Dom Washington Cruz, a Romaria Arquidiocesana, que teve início em 2003, ano seguinte em que ele assumiu a Arquidiocese, tem um objetivo específico. “Com esta Romaria queremos solenizar um dia para a nossa Igreja particular, motivando todos os que fazem parte das nossas paróquias espalhadas pelos 27 municípios que compõem a Arquidiocese de Goiânia a participar da Romaria do Divino Pai Eterno”, afirmou. A concentração da Romaria Arquidiocesana acontece ás 6h, com a benção do arcebispo no Trevo de Goiânia, saída para Trindade.  No mesmo dia, às 16h, sai em peregrinação a 3ª Romaria da Juventude Redentorista.

24/06 -  Os franciscanos realizarão sua 12ª Romaria, a partir das 5h, saindo do Trevo de Goiânia. A missa será no Santuário às 10h.

26/06 - Uma novidade neste ano é a Romaria dos Motociclistas, que sai do Portal da Fé às 18h. A bênção do grupo se dará às 19h no Santuário Basílica.

28/06 -  Neste dia há uma extensa programação começando às 5h, com a 5ª Romaria da Solidariedade saindo do Trevo de Goiânia. Mais tarde, às 9h, será a vez da Romaria dos Carros de Boi com bênção para os Carreiros, na Praça da Matriz. A Missa das Obras Sociais Redentoristas será às 17h30, no Santuário Basílica.

29/06 -  A Praça da Matriz de Trindade recebe o Desfile dos Cavaleiros e dos Muladeiros às 9h. No fim do dia, às 17h30, a Missa com eles será no Santuário Basílica. À noite, a partir das 20h, será a vez da Novena Solene com participação dos internos da Vila São Cottolengo.

30/06 - Neste dia será celebrada a Missa com os Foliões, no Santuário Basílica, às 12h. No período da tarde, às 14h, acontecerá o Encontro dos Carreiros no Salão Paroquial da Igreja Matriz e, às 17h, a Missa com os Carreiros no Santuário Basílica.

 

1°/07 -  O dia da festa começa com alvorada festiva às 4h, queima de fogos e badaladas dos sinos. A procissão da penitência será às 4h45. A Santa Missa na Praça do Santuário começará às 5h45. Já a Missa Solene da Festa na Praça do Santuário Basílica, às 8h. Nesse horário haverá o lançamento oficial do livro Pelágio Sauter – O Apóstolo de Goiás, de autoria do Pe. Clóvis Bovo. No fim do dia, às 17h, acontecerá a Procissão Luminosa, com a celebração de encerramento, saindo da Matriz até a Praça do Santuário. Todos devem levar velas. Missas na Matriz: às 11h, 12h30 e 14h / Missas no Santuário: 10h30, 12h, 13h30 e 15h