Onde voce deseja procurar?

  • Arquidiocese
  • Paróquias
  • Clero
  • Pastoral
  • Liturgia
  • Cursos
  • Comunicação

Você está em:

  1. Home
  2. Comunicação
  3. Notícias
  4. Apelo do Papa pela paz mundial no Angelus

03/10/2022

Apelo do Papa pela paz mundial no Angelus

Apelo do Papa pela paz mundial no Angelus - Notícias - Arquidiocese de Goiânia

De acordo com o site do Vaticano, o “Angelus ou ‘oração da paz’ tem o propósito de homenagear o Filho de Deus que, se encarnando no seio da Virgem Maria, trouxe os fundamentos da paz entre Deus e os homens”. 

 

A primeira transmissão radiofônica Angelus aconteceu na festividade da Assunção de Maria, quando o Papa Pio XII rezou a oração de Castel Gandolfo (Comuna Italiana). A partir daquele ano se iniciou a tradição de rezar o Angelus pela janela de seu estúdio no Palácio Apostólico. 

 

Mantendo a tradição, o Papa Francisco aparece na janela em frente à Praça São Pedro, todos os domingos ao meio-dia para refletir sobre o Evangelho e rezar a oração do Angelus. Neste domingo, 2 de outubro, ao invés de comentar o Evangelho, o Papa falou sobre o conflito na Ucrânia.  

 

Segundo o Vatican News, essa não foi a primeira vez que o Sumo Pontífice faz isso. Em setembro de 2013, o papa pediu pela paz na Síria devido ao conflito que assolava o país. A atitude de Francisco de pedir pela paz nos mostra o quão graves essas ameaças de conflitos são para a toda a humanidade.

 

“O andamento da guerra na Ucrânia se tornou tão sério, devastador e ameaçador a ponto de causar grande preocupação, por isso hoje eu gostaria de dedicar toda a reflexão a vocês, antes do Angelus. De fato, esta terrível e inconcebível ferida da humanidade, em vez de sarar, continua sangrando cada vez mais, correndo risco de se espalhar. Afligem-me profundamente os rios de sangue e de lágrimas derramados nestes meses. Entristecem-me os milhares de vítimas, particularmente entre crianças e as muitas destruições que deixaram muitas pessoas e famílias sem casa e ameaçam com o frio e a fome vastos territórios. Certas ações jamais podem ser justificadas, jamais” (Trecho da fala do Papa antes da oração do Angelus neste domingo, 2 de outubro).

 

 

Gabriela Rodrigues 

 

Nós usamos cookies para oferecer uma melhor experiência a você quando estiver visitando o nosso site. Ao clicar em "Aceitar e Fechar", você concorda com o uso dos cookies e termos na nossa Política de privacidade.

Aceitar e Fechar