Onde voce deseja procurar?

  • Arquidiocese
  • Paróquias
  • Clero
  • Pastoral
  • Liturgia
  • Cursos
  • Comunicação

Você está em:

  1. Home
  2. Comunicação
  3. Notícias
  4. A Diocese de Goiás é elevada à condição de Arquidiocese

03/05/2021

A Diocese de Goiás é elevada à condição de Arquidiocese

Série História da Igreja em Goiás

A Diocese de Goiás é elevada à condição de Arquidiocese - Notícias - Arquidiocese de Goiânia

Em 18 de novembro de 1932, o papa Pio XI, pela bula Quae in facidiorem, elevou a Diocese de Sant’Ana de Goiás à condição de Arquidiocese, sendo Dom Emanuel o primeiro arcebispo da nova circunscrição eclesiástica, que até o momento estava subordinada à Arquidiocese de Mariana. Assim, Dom Emanuel tomou posse como o primeiro arcebispo, em 16 de abril de 1933, na Igreja de Nossa Senhora da Boa Morte, na cidade de Goiás, que até então servia de catedral provisória. Essa nomeação eclesiástica refletia o prestígio angariado por Dom Emanuel junto à Santa Sé, em Roma, em virtude dos seus trabalhos já realizados em prol da Igreja. Além disso, há outro fator interessante, o arcebispo de Mariana, Dom Helvécio, era seu irmão, e foi ele quem fez o pedido ao papa para esse desmembramento e elevação, pois toda essa região de Goiás era sufragânea à Mariana (MG). Dom Emanuel recebeu o pálio das mãos do cardeal Dom Sebastião Leme, arcebispo do Rio de Janeiro, em 13 de agosto de 1933, no Santuário de Nossa Senhora Auxiliadora, em Niterói. Ele foi o primeiro e único arcebispo de Goiás, pois, com a criação de Goiânia, houve uma reconfiguração das circunscrições eclesiásticas do estado, passando o título aos arcebispos da Arquidiocese de Goiânia criada em 1956, onde estava a nova capital. Segue um trecho da carta-pedido de Dom Helvécio ao Núncio Apostólico:

 

Parecendo agora oportuno o ensejo e depois de maduro exame do caso e suas circumstancias, compareço a presença de V. Excia. afim de rogar ao eminente Embaixador da Santa Sé Apostolica no Brasil, queira transmitir ao SS. Padre o meu pedido e parecer acercar das conveniências de ser elevada a dignidade de Metropole a antiga sé Episcopal de Goyaz, até agora sufragânea a esta Provincia Ecclesiastica de Marianna (OLIVEIRA, 1931)1.

 

Neste mesmo pedido, Dom Helvécio exaltou a figura de seu irmão, Dom Emanuel, bem como seus feitos, para que o pedido fosse aprovado:

 

O Estado de Goyaz, de território imenso, com cerca de 800 mil klms. quadrados, de uma população nunca inferior a meio milhão de catholicos, com a profícua e sábia administração do seu Exmo. Ordinario, D. Emmanuel Gomes de Oliveira, da Pia Sociedade Salesiana, teve nestes últimos anos um surto maravilhoso em sua vida religiosa, com as incessantes Visitas Pastoraes de Sua Excia. como a construção de um importante e moderno Gymnasio Diocesano já em pleno funcionamento, com a demarcação e valorização de imensos patrimônios na freguezia da SS. Trinidade, e outras; com as vultosas Obras da primitiva Cathedral suspensas havia dezenas de anos e já bem adeantadas, e sobretudo, com a providencial divisão do território em varias Prelazias e Diocese; com o regular funcionamento do pequeno Seminario em plena florescencia, havendo Sua Excia. Rvma. Tomado o accertado alvitre de encaminhar para o grande Seminario Provincial de Marianna os seus melhores alunos do Curso Superior, vários dos quaes récem-ordenados em 1928 e 29 (OLIVEIRA, 1931)2.

 

1OLIVEIRA, Helvécio Gomes de. Carta ao Núncio Apostólico. Marianna, 5 de Abril de 1931. Arquivo do Instituto de Pesquisas e Estudos Históricos do Brasil Central.

2Ibid. p. 1.

 

Pe. Maximiliano Costa – Mestre em História