Onde voce deseja procurar?

  • Arquidiocese
  • Paróquias
  • Clero
  • Pastoral
  • Liturgia
  • Cursos
  • Comunicação

Você está em:

  1. Home
  2. Comunicação
  3. Notícias
  4. Presença afetiva da Arquidiocese de Goiânia junto aos pobres

11/11/2019

Presença afetiva da Arquidiocese de Goiânia junto aos pobres

III Dia Mundial dos Pobres

Presença afetiva da Arquidiocese de Goiânia junto aos pobres - Notícias - Arquidiocese de Goiânia

"A esperança dos pobres jamais se frustará" (Sl 9,19)

 

Instituído pelo papa Francisco no dia 20 de novembro de 2016 – Solenidade de Nosso Senhor Jesus Cristo Rei do Universo e encerramento do Ano Santo da Misericórdia (2015-2016) ‒ o Dia Mundial dos Pobres nasceu como um sinal concreto desse Ano Santo extraordinário que, desde então, é celebrado em toda a Igreja no penúltimo domingo do Ano Litúrgico, neste ano, 17 de novembro. Seu objetivo é ajudar as comunidades e cada batizado a refletir como a pobreza está no âmago do Evangelho e tomar consciência de que não poderá haver justiça nem paz social enquanto Lázaro jazer à porta da nossa casa (cf. Lc 16,19-21). Essas palavras estão na Carta Apostólica Misericordia et Misera do Santo Padre Francisco.

 

O pontífice também orientou que o Dia Mundial dos Pobres seja um momento para “constituir uma forma genuína de nova evangelização (cf. Mt 11,5), procurando renovar o rosto da Igreja na sua perene ação de conversão pastoral para ser testemunha da misericórdia”.

Assim como acontece na Igreja em todo o mundo, na Arquidiocese de Goiânia, o Dia Mundial dos Pobres será celebrado pelo terceiro ano consecutivo.

 

I Dia Mundial dos Pobres

A data foi celebrada, em 2017, na Arquidiocese, com a cerimônia de entrega do Prêmio Solidariedade em reconhecimento às diversas iniciativas de pastorais e movimentos e associações que cuidam de abrigos, creches e de pessoas carentes. Dom Moacir Silva Arantes, bispo auxiliar, lembrou, na época, que as iniciativas significam para a Igreja “o exercício da caridade de forma desinteressada como parte de sua missão”. Integrou também a celebração uma conferência sobre a questão do pobre na Bíblia, com o padre Antônio Donizeth, coordenador arquidiocesano de Arte Sacra. As paróquias foram convidadas a realizar iniciativas de cuidado aos pobres, promover vigílias, momentos de oração, Santa Missa pela intenção dos pobres e daqueles irmãos que estão a serviço dos mais necessitados.

 

II Dia Mundial dos Pobres

No ano passado, várias paróquias se uniram com o propósito de oferecer serviços como corte de cabelo, vacina contra H1N1, banho, roupas, calçados e refeições a moradores de rua. Os fiéis se dividiram em equipes para melhor acolher os convidados. Desse modo, o dia 18 de novembro ficou marcado por solidariedade, alegria e muito amor, na Paróquia Imaculado Coração de Maria, no Setor Central, em Goiânia. Durante a programação, as pessoas em situação de rua foram recebidas pelos cristãos ao som de músicas, palmas e sorrisos. No final do dia, um jantar especial foi servido a elas, com direito a sobremesa. Além disso, esses irmãos foram abençoados com um momento de oração, presidido pelo padre Max Costa.

Outro mundo possível

A iniciativa do papa Francisco é um passo em direção a outro mundo possível. Oportunidade para viver a fraternidade, a solidariedade em família, seja nas paróquias e em todas as dioceses. Não se trata, portanto, de mero assistencialismo, mas de reação à cultura do descarte e do desperdício, promovendo a cultura do encontro, reforçando as comunidades cristãs, para que sejam sinal concreto do amor de Cristo pelos mais necessitados.

 

Mensagem para o III Dia Mundial dos Pobres

O papa Francisco, em sua mensagem para o III Dia Mundial dos Pobres, intitulada “A esperança dos pobres jamais se frustrará” (Sl 9,19), compara a situação do pobre no tempo do salmista e a situação atual e constata que pouco mudou. “Passam os séculos, mas permanece imutável a condição de ricos e pobres, como se a experiência da história não ensinasse nada. Assim, as palavras do salmo não dizem respeito ao passado, mas ao nosso presente submetido ao juízo de Deus.” Além das iniciativas de assistência, Francisco faz votos, na mensagem, de que aumente em cada um a atenção plena, que é devida a toda pessoa que se encontra em dificuldade. O texto ainda lembra as periferias de nossas cidades, repletas de pessoas que vagueiam pelas ruas, em busca de alimento. Ele cita também as “muitas formas de novas escravidões”, como famílias obrigadas a deixar a sua terra; órfãos que perderam os pais; jovens em busca de uma realização profissional; vítimas de tantas formas de violência, da prostituição à droga; sem esquecer os milhões de migrantes instrumentalizados para uso político. Não deixa, todavia, de enaltecer o trabalho de inúmeros voluntários pelo mundo, mas recorda que os pobres não precisam somente de uma “sopa quente ou de um sanduíche”, “precisam das nossas mãos para se reerguer, dos nossos corações para sentir de novo o calor do afeto, da nossa presença para superar a solidão. Precisam simplesmente de amor...”

 

Programação

Marcando a celebração do Dia dos Pobres e do Natal, neste mês e em dezembro, muitas paróquias oferecerão serviços voltados à população de baixa renda, fruto dos projetos sociais desenvolvidos durante todo o ano. Abaixo, confira os serviços que serão disponibilizados no próximo dia 17.

 

Paróquia Nossa Senhora Da Assunção

Na Paróquia Nossa Senhora da Assunção, no Setor Itatiaia, haverá iniciativas realizadas pela Casa Mãe de Misericórdia, como acuidade visual, teste de glaucoma, daltonismo e de glicemia. Ainda terá teste de massa corpórea (IMC), circunferência da cintura, aferição de pressão arterial.

Á esquerda,trailer de banho quente da Paróquia Nossa Senhora da Assunção

Santuário Nossa Senhora do Perpétuo Socorro

As iniciativas no Santuário Nossa Senhora do Perpétuo Socorro (Matriz de Campinas) irão contemplar as seguintes atividades:

- Sarau de Poesia,

- Aferição de pressão arterial,

- Teste de acuidade visual,

- Teste de glicemia,

- Teste de daltonismo,

- Orientação da saúde bucal,

- Atividades infantis,

- Corte de cabelo,

- Cadastro na tarifa baixa renda,

- Troca de lâmpadas,

- Atendimentos de primeiros socorros. 

Pastoral de Rua do Santuário Nossa Senhora do Perpétuo Socorro fazendo oração antes de sair para  rua

Santuário Sagrada Família

A programação no Santuário Sagrada Família começa às 6h30, com Santa Missa de abertura do Dia Mundial dos Pobres. Haverá ainda bazar, consulta médica, higiene bucal, corte de cabelo e barba, banho solidário, entretenimento, doação de sangue, atendimento jurídico, troca de lâmpadas, cadastro na tarifa de baixa renda, troca de resíduos (Ecoenel), oferta de café da manhã, almoço e jantar e a Santa Missa de encerramento, às 17h, com o bispo auxiliar de Goiânia e coordenador arquidiocesano de pastoral, Dom Moacir Silva Arantes.

Jantar fraterno promovido pelo Santuário Sagrada Família

O Centro Médico do Sagrada Família oferecerá os seguintes serviços:

- Consultas médicas

- Orientação psicológica

- Assistência de enfermagem

- Encaminhamento para desconto de exames

O projeto Banho Sagrado oferecerá também o corte de cabelo.

Já o Setor Jurídico, no Santuário Sagrada Família, prestará os seguintes serviços:

 - Consultoria e Orientação jurídica, com advogados

- Seleção de alguns casos para propositura da ação gratuitamente, se preencher determinados requisitos.

 

Fúlvio Costa