Onde voce deseja procurar?

  • Arquidiocese
  • Paróquias
  • Clero
  • Pastoral
  • Liturgia
  • Cursos
  • Comunicação

Você está em:

  1. Home
  2. Arquidiocese
  3. Palavra do Arcebispo
  4. Lugares de encontro com Jesus

31/08/2021

Lugares de encontro com Jesus

Lugares de encontro com Jesus - Palavra do Arcebispo - Arquidiocese de Goiânia

“Os Evangelhos mencionam numerosos encontros de Jesus com homens e mulheres de sua época. Uma característica comum a todas as narrativas é a força transformadora que os encontros com Jesus encerram e manifestam, visto que desencadeiam um autêntico processo de conversão, comunhão e solidariedade. Um dos encontros mais significativos é o da samaritana (Jo 4,5-42). Jesus a chama para saciar sua sede, que não era só material. Na verdade, ‘Aquele que lhe pedia de beber tinha sede da fé da própria mulher’.”

 

Assim como o encontro com a samaritana, temos a narrativa do encontro de Jesus com Zaqueu (Lc 19,1-10), o publicano, que o leva a mudar de vida e a praticar a justiça; o encontro de Jesus com Maria Madalena (Jo 20,11-18), que a leva a superar o desânimo e a tristeza e a transforma em anunciadora do ressuscitado; o encontro de Jesus com os discípulos de Emaús, que os leva a compreender as Escrituras e a reconhecê-lo ao partir o pão (Lc 24,13-35); o encontro de Jesus com os Apóstolos (Mc 3,13-19), transformando-os em colunas da Igreja e anunciadores da Boa-Nova; o encontro de Jesus ressuscitado com Paulo, a caminho de Damasco (At 9,3-30), convertendo-o de perseguidor dos cristãos em missionário enviado até os confins da terra.

 

Além desses encontros pessoais e comunitários, Jesus também constituiu a Igreja para que nela o encontremos. “A Igreja constitui o lugar onde os homens, encontrando a Jesus, podem descobrir o amor do Pai: com efeito, quem viu a Jesus, viu o Pai (Jo 14,9). Jesus, no tempo após sua ascensão ao céu, atua por meio da poderosa intervenção do Espírito Paráclito (Jo 16,7), que transforma os fiéis, dando-lhes a vida nova.”

 

A Bíblia e a Eucaristia também são, na Igreja, lugares de encontro com Cristo. Além disso, encontramos Jesus nos sacramentos, na oração pessoal e comunitária, na comunidade que vive a fé e o amor fraterno, nos pobres, aflitos e enfermos (Mt 25,37-40), na piedade popular.

 

A devoção autêntica à Mãe de Jesus também é um caminho seguro que nos leva a Jesus. Os magos do Oriente, em Belém, “acharam o menino Jesus com Maria, a sua mãe” (Mt 2,11). Onde Jesus estiver, Maria está junto. E, estando junto, ela sempre nos remete a Jesus: “Fazei tudo o que ele [Jesus] vos disser” (Jo 2,5). Seguir Jesus como discípulo missionário.

 

De um primeiro encontro autêntico e amoroso sucedem-se muitos outros encontros, cada vez mais profundos e marcantes. Firma-se, enfim, o desejo definitivo de estar juntos, de conviver, de seguir e acompanhar o outro por onde quer que ele esteja. De nosso encontro com Jesus – eu, você e toda Igreja –, tornamo-nos seguidores de Jesus, seus discípulos missionários.

 

Trecho da Carta Pastoral “Creio em Jesus Cristo”, de Dom Washington Cruz. A carta pode ser lida, na íntegra, em nosso site: www.arquidiocesedegoiania.org.br