Onde voce deseja procurar?

  • Arquidiocese
  • Paróquias
  • Clero
  • Pastoral
  • Liturgia
  • Cursos
  • Comunicação

Você está em:

  1. Home
  2. Arquidiocese
  3. Palavra do Arcebispo
  4. Viva Cristo Rei!

20/11/2020

Viva Cristo Rei!

Viva Cristo Rei! - Palavra do Arcebispo - Arquidiocese de Goiânia

Caros irmãos e irmãs,

 

Quando o cardeal Ambrogio Achille Ratti foi eleito papa e assumiu o nome de Pio XI, grande parte do mundo estava em ruínas. O ano era 1922 e, embora o derramamento de sangue da Primeira Guerra Mundial tivesse terminado, a paz e a tranquilidade generalizadas não eram evidentes. A guerra para acabar com todas as guerras foi especialmente devastadora, os governos estavam em caos econômico, o desemprego era galopante em muitos lugares e as pessoas estavam literalmente morrendo de fome.

 

O pessimismo e a sensação de impotência agravada pelo ódio entre as nações eram esmagadores. Muitos consideraram os fundamentos da moralidade e os ensinamentos da Igreja desatualizados, não mais relevantes na sociedade do século XX. O pensamento moderno permitia que, no máximo, Cristo pudesse ser rei na vida privada do indivíduo, mas certamente não no mundo público. Alguns defendiam o banimento de Jesus por completo do regime político, não apenas da sociedade, mas também da família.

 

Em todos esses acontecimentos, o papa Pio XI viu que as pessoas estavam negando a Cristo em favor de um estilo de vida dominado pelo secularismo, vantagens materiais e falsa esperança criada pelos tiranos. Por isso, em 1925, quando a Igreja celebrou um Ano Jubilar em homenagem ao 1.600º aniversário do Concílio de Nicéia, no dia 11 de dezembro, o papa publicou a Encíclica Quas primas, que acrescentou a festa de “Nosso Senhor Jesus Cristo, o Rei” ao ano Calendário litúrgico da Igreja.

 

A situação que vivemos hoje é, ao menos em parte, parecida com aquela que testemunhou o papa Pio XI, sobretudo a tentativa de afastar Jesus dos mais diversos âmbitos da vida de nossa sociedade. Sendo assim, creio que devemos celebrar com ainda mais fervor a solenidade de Cristo Rei.

 

Não queremos com isso defender um reinado temporal de Cristo, uma teologização da política ou uma politização da teologia. Queremos, somente, que Jesus ocupe o Seu lugar como revelador do amor do Pai e do seu projeto para a humanidade. Que Ele se torne o centro de nossa existência e inspire todos a viver segundo o projeto do amor de Deus, conformando nosso mundo, sempre mais profundamente, aos valores verdadeiramente humanos que Ele nos ensinou. Que Ele reine no coração de cada homem, para que todos vivam sua Palavra e possam gozar do Reino definitivo na eternidade feliz com o Pai.

 

Abramos de par em par nossa vida e nosso coração a Cristo, nossa sociedade e todas as suas instâncias. Acolhamos o Senhor que é Rei de Amor e ofereçamos a ele o nosso tributo de reconhecimento do seu reinado em nossas vidas. Viva Cristo Rei!

 

Dom Washington Cruz, CP
Arcebispo Metropolitano de Goiânia