Onde voce deseja procurar?

  • Arquidiocese
  • Paróquias
  • Clero
  • Pastoral
  • Liturgia
  • Cursos
  • Comunicação

Você está em:

  1. Home
  2. Arquidiocese
  3. Palavra do Arcebispo
  4. Vinde Espírito Santo e renovai a face a Terra

01/06/2020

Vinde Espírito Santo e renovai a face a Terra

Vinde Espírito Santo e renovai a face a Terra - Palavra do Arcebispo - Arquidiocese de Goiânia

Queridos irmãos e irmãs,

 

A Solenidade de Pentecostes marca o fim e o ponto culminante do Tempo da Páscoa. Neste dia, nós, católicos, fazemos memória do dia em que o Espírito Santo veio sobre os Apóstolos e a Virgem Maria reunidos no Cenáculo, cinquenta dias após a ressurreição de Jesus. O mistério pascal da Paixão, da Morte, da Ressurreição e da Ascensão de Jesus culmina com o envio do Espírito Santo pelo Pai aos discípulos, a pedido de seu Filho.

 

Essa mesma experiência de Pentecostes perpetua-se na Igreja por meio dos Sacramentos. Cada vez que celebramos um dos sete Sacramentos da Igreja nós recebemos, além de uma graça particular de cada um deles, o dom do Espírito Santo. É, porém, no Batismo e na Crisma que esse dom fica ainda mais evidente. A pessoa que é batizada e crismada faz a experiência do dom do Espírito Santo em plenitude.  

 

Quão belo é o pensamento de que o Espírito Santo vive dentro de nós! São Paulo lembra a comunidade Corinto desse fato quando pergunta: “Não sabeis que sois templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós?” (1Cor 3,16). É o Espírito Santo que desenvolve nossa intimidade com Deus, pois é ele que em nós clama “Abba! Ó Pai” (Gl 4,6). Pelo poder do Espírito, o Senhor Jesus anima, ilumina, guia e santifica a Igreja e cada um de nós que somos os seus membros. O Espírito trabalha silenciosamente em nós e através de nós todos os dias e nas atividades básicas de nossas vidas.

 

É ele quem nos leva a abandonar o caminho do mal e nos assegura que somos amados, apesar de nossos pecados. Ele nos confronta e nos exorta a rever nosso caminho e nossas escolhas e nos faz ver para onde estamos indo, nos movendo a uma inversão de marcha, deixando o velho para trás e tentando algo novo. Ele não tem medo de nos desafiar e de nos impulsionar a fazer a vontade de Deus. Ele trabalha silenciosamente: nos ajudando a assumir responsabilidades que antes pensávamos estar além de nossas capacidades; ao nos recusarmos a deixar que a ganância da sociedade domine nossa alma; sempre agradecendo, mesmo que os tempos tenham sido difíceis; ao nos elevarmos acima das falhas do passado e deixarmos as dores do passado para trás; ao encontrar um núcleo central de paz em meio a turbulências; no adulto ensinando pacientemente a uma criança a autoestima e o autocontrole; na pessoa sentada quieta ao lado de uma cama de hospital; nos pais orando por um filho ou filha problemática.

 

O Espírito Santo age em nossas vidas silenciosamente: por meio da sincera preocupação de um amigo por nossa saúde; na generosidade daqueles que nos dão tanta ajuda; na força interior que descobrimos em tempos de crise; naqueles momentos em que admitimos nossos erros; na luta para fazer uma escolha difícil; na resiliência de pessoas que enfrentam uma situação ruim após outra; naqueles momentos em que ousamos amar, embora fosse difícil fazê-lo.

 

Em tempos como os nossos, devemos confiar no consolo que vem do Espírito Santo e que nos alcança de tantos modos. É ele quem nos sustenta e nos faz continuar nosso caminho de discípulos de Jesus. Devemos, também, ser instrumentos dóceis para que esse mesmo consolo que recebemos possa alcançar, através de nós, aqueles a quem o Senhor colocar em nossas vidas. Como os Apóstolos, cheios do Espírito de Jesus, devemos anunciar ao mundo a Boa-Nova da esperança que supera todo o mal.

 

Dom Washington Cruz,CP
Arcebispo Metropolitano de Goiânia