Onde voce deseja procurar?

  • Arquidiocese
  • Paróquias
  • Clero
  • Pastoral
  • Liturgia
  • Cursos
  • Comunicação

Você está em:

  1. Home
  2. Arquidiocese
  3. Palavra do Arcebispo
  4. Felizes os convidados para a Ceia do Senhor

16/08/2019

Felizes os convidados para a Ceia do Senhor

Felizes os convidados para a Ceia do Senhor - Palavra do Arcebispo - Arquidiocese de Goiânia

“A Igreja vive da Eucaristia” (Ecclesia de Eucharistia, 1)

 

Assim se exprimia São João Paulo II, na Quinta-feira Santa do ano de 2003. De fato, a Igreja, que é o Corpo de Cristo, vive da comunhão com o Corpo de Cristo, verdadeiramente presente no Sacramento da Eucaristia, pois nela “está contido todo o tesouro espiritual da Igreja, isto é, o próprio Cristo, a nossa Páscoa e o pão vivo que dá aos homens a vida mediante a sua carne vivificada e vivificadora pelo Espírito Santo” (Presbyterorum Ordinis, 5). Essa verdade marca, de modo indelével, a vida e a missão de toda a comunidade dos discípulos de Jesus e cada um deles.

 

A verdade sobre a Santíssima Eucaristia foi vivida e ensinada desde os primórdios da Igreja. São Paulo, na 1ª Carta aos Coríntios, já afirmava: “De fato, eu recebi do Senhor o que também vos transmiti: Na noite em que ia ser entregue, o Senhor Jesus tomou o pão e, depois de dar graças, partiu-o e disse: ‘Isto é o meu corpo entregue por vós. Fazei isto em minha memória’. Do mesmo modo, depois da ceia, tomou também o cálice e disse: ‘Este cálice é a nova aliança no meu sangue. Todas as vezes que dele beberdes, fazei-o em minha memória’” (1Cor 11,23-25). Seguindo os apóstolos, ao longo dos dois milênios da vida da Igreja, o Magistério ensinou continuamente a verdade sobre a Eucaristia e a celebrou, como fonte da vida para os discípulos de Jesus.

 

Nos últimos tempos, o papa Francisco afirmou: “Cada celebração da Eucaristia é um raio daquele sol sem ocaso que é Jesus ressuscitado. Participar da Missa, em particular aos domingos, significa entrar na vitória do Ressuscitado, ser iluminados pela sua luz, abrasados pelo seu calor. Pela celebração eucarística, o Espírito Santo torna-nos partícipes da vida divina que é capaz de transfigurar todo o nosso ser mortal. E na sua passagem da morte para a vida, do tempo para a eternidade, o Senhor Jesus arrasta-nos também com Ele para fazer a Páscoa. Na missa, faz-se a Páscoa. Nós, na Missa, estamos com Jesus, morto e ressuscitado e Ele arrasta-nos em frente, para a vida eterna. Na Missa unimo-nos a Ele” (Papa Francisco, Audiência Geral de 22 de novembro de 2017).

 

Imbuídos dessa mesma convicção apostólica é que iremos celebrar o Congresso Eucarístico Arquidiocesano, com o lema “Felizes os convidados para a Ceia do Senhor” e o tema “Fazei isto em memória de mim” (1Cor 11,24; Lc 22,19). O Congresso “tem como finalidade fomentar no povo cristão uma espiritualidade e uma cultura eucarística” (Instrumentum laboris). Ele será celebrado ao longo de dois anos, começando com a celebração do Corpus Christi de 2019 até a mesma solenidade em 2021. Entre essas datas, cumpriremos um itinerário formativo, espiritual e celebrativo que tem o objetivo de nos ajudar a penetrar mais profundamente no mistério eucarístico e vivê-lo em nossas vidas.

 

Convido todos os membros da Igreja Particular de Goiânia, começando por mim, passando pelos padres, diáconos, religiosos e religiosas, as famílias e todo o povo de Deus, a vivermos esse tempo com toda intensidade possível e com todos os elementos que nos serão propostos.

 

Façamos isso, sobretudo em cada comunidade paroquial e nas pequenas comunidades que a compõem. Faço votos que o caminho de preparação feito com Jesus na Eucaristia encha o nosso coração da alegria de podermos participar do banquete das núpcias do Cordeiro, Jesus, que nos oferece o dom de entrarmos em comunhão com Ele.

 

Dom Washington Cruz, CP
Arcebispo Metropolitano de Goiânia