Onde voce deseja procurar?

  • Arquidiocese
  • Paróquias
  • Clero
  • Pastoral
  • Liturgia
  • Cursos
  • Comunicação

Você está em:

  1. Home
  2. Comunicação
  3. Notícias
  4. Igreja envia novos Ministros Extraordinários da Sagrada Comunhão Eucarística

19/09/2017

Igreja envia novos Ministros Extraordinários da Sagrada Comunhão Eucarística

370 novos ministros a serviço da Igreja

Igreja envia novos Ministros Extraordinários da Sagrada Comunhão Eucarística - Notícias - Arquidiocese de Goiânia

No último sábado (16), Dom Moacir Silva Arantes, bispo auxiliar de Goiânia, presidiu missa no Santuário Sagrada Família, que marcou o envio para a missão dos 370 novos Ministros Extraordinários da Sagrada Comunhão Eucarística, de toda a Arquidiocese de Goiânia. Participaram da celebração, os padres Antônio Donizete Guimarães, José Willian Barbosa, Fabiano da Silva, Wanderley Borges, frei Messias Braga e o reitor do Santuário Sagrada Família, padre Rodrigo de Castro. 

Dom Moacir iniciou sua homilia refletindo sobre o chamado de cada um dos novos ministros: “Tenham a certeza de que se vocês estão aqui agora é porque Deus quis, e cabe a cada um dar o seu sim ao chamado do Pai. Ao responder o chamado para esse ministério, devemos ter a clareza de que Cristo é a pedra angular sobre a qual se constrói todo e qualquer ministério”. Em seguida, ele motivou o grupo. “Aproveitem esse ministério, pois é uma oportunidade de cada vez mais estarem próximos a Jesus. A partir de agora vocês podem abrir o sacrário, expor o Santíssimo para adoração comunitária, tocar em Jesus e se aproximarem, porque é na proximidade que cresce a amizade. Vocês têm a oportunidade de encontrar e levar Jesus ao irmão que está impossibilitado de ir à missa”, disse o presidente da celebração.

Débora Araújo (29), que foi enviada para esse ministério, conversou com a equipe do Encontro Semanal e comentou sobre a importância do ministério que ela recebeu. “Penso que esse ministério é de grande importância para a Igreja, tanto no plano comunitário/social, quanto no plano individual daquele que foi designado para servir. Socialmente, o MESCE tem a precípua função de levar a Eucaristia àqueles fiéis que não podem comparecer à missa. No plano individual, é notável que o serviço traga mudanças significativas na maneira de ser e de agir da pessoa designada para ser ministro”.

Clique aqui e veja albúm completo

 Marcos Paulo, estudande de jornalismo da PUC Goias