Onde voce deseja procurar?

  • Arquidiocese
  • Paróquias
  • Clero
  • Pastoral
  • Liturgia
  • Cursos
  • Comunicação

Você está em:

  1. Home
  2. Arquidiocese
  3. Palavra do Arcebispo
  4. Prêmio incentiva e valoriza as boas obras

13/11/2017

Prêmio incentiva e valoriza as boas obras

Em sintonia com a mensagem do Santo Padre Francisco para o I Dia Mundial dos Pobres ‒ 19 de novembro ‒, instituído no final de 2016, Ano Santo da Misericórdia, nossa Arquidiocese criou o Prêmio Solidariedade, para reconhecimento do enorme e nobre trabalho que é realizado pelas Pastorais, Obras e Projetos Sociais que atuam em nossa Igreja particular.

A solenidade de entrega da premiação será realizada no próximo dia 19, das 15h às 17h30, no auditório do Colégio Ateneu Dom Bosco, dentro programação do Encontro Arquidiocesano com representantes dessas obras. Na ocasião, será ministrada palestra sobre “A realidade da pobreza na Sagrada Escritura e as novas pobrezas”. Esperamos contar com representativa presença da Igreja de Goiânia.

Pedimos o empenho dos vigários, párocos e demais sacerdotes, assim como das secretárias e secretários paroquiais (aos quais dirigimos comunicado sobre o prêmio), no sentido de motivar os responsáveis pelos trabalhos sociais desenvolvidos no âmbito das paróquias, quase-paróquias e comunidades a se inscreverem ao Prêmio.

Essa iniciativa não tem o mero fim de dar publicidade ao trabalho social da Igreja, mas, sim, o intuito de animar os que já são benfeitores a persistirem no caminho da solidariedade, por meio do apoio da nossa Arquidiocese. Queremos contribuir para a multiplicação de boas ações junto aos mais necessitados. A partir do conhecimento de bons exemplos, pode-se perceber que é possível trabalhar por um mundo melhor influenciando a realidade imediata, ajudando pessoas a superarem problemas ou circunstâncias limitadoras do seu desenvolvimento espiritual e social.

O sentido primeiro desse prêmio é ser uma pequena e boa semente que, ao germinar, colabore para atendermos ao apelo do papa Francisco, na mensagem pelo I Dia Mundial do Pobre, de "pôr em movimento a nossa vida e gerar compaixão e obras de misericórdia em prol dos irmãos e irmãs que se encontram em necessidade". Ele nos lembra do grande testemunho presente já nas primeiras páginas do Atos dos Apóstolos, quando Pedro pede para se escolher sete homens “cheios do Espírito e de sabedoria” (6,3), que assumam o serviço de assistência aos pobres.

A referida mensagem do Papa também nos inspirou a sugerir a promoção, no dia 18 deste mês, de atividades nas paróquias, que busquem refletir sobre a realidade da pobreza que o I Dia Mundial do Pobre traz à tona, e a responsabilidade diante dela. Podemos abordar o tema nas celebrações; organizar Adoração (antes da missa) e Vigília (após a missa); e promover algum gesto concreto com o intuito de despertar a solidariedade da comunidade.

As mais de 60 obras sociais atuantes em nossa Arquidiocese dedicam-se às áreas de saúde, moradia, segurança alimentar, educação formal e não formal, manutenção de creches, assistência jurídica, assistência a moradores de rua, acompanhamento espiritual e muitas outras. Os perfis e dados para contato com essas obras podem ser encontrados em nosso site. Elas sobrevivem da fé, do empenho e da perseverança de consagrados e voluntários, mas dependem essencialmente de doações da comunidade.
Ouçamos a recomendação do apóstolo João (1Jo 3,18) e não amemos somente com palavras, mas com obras e com verdade.

Dom Washington Cruz, CP
Arcebispo Metropolitano de Goiânia